Após críticas referidas a deputada estadual e uma das lideranças do PPS Gilma Germano feita pelo vereador Bruno Farias, a parlamentar veio a público rebater todas as opiniões de correligionário que teceu acusações a Gilma.

 

Confira a nota enviada pela líder do PPS Gilma Germano:

 

Após tomar conhecimento das inverdades que o vereador Bruno Farias (PPS) tenta semear na imprensa local, referindo-se ao “suposto” esvaziamento pelo qual passa a legenda como uma ação orquestrada de nosso grupo partidário, venho contestar tais afirmações.

Inicialmente, reafirmo de público, nunca o PPS paraibano cresceu tanto quanto neste mandato em que o dirigimos.

Quero ainda afirmar que se há alguém responsável pelo atual “esvaziamento” do PPS, esse alguém seguramente é aquele que, não respeitando as regras democráticas, orquestrou ou apoiou a tentativa de um golpe em agosto último em nosso diretório estadual. Esta ação vergonhosa só não triunfou porque bravamente eu muitos companheiros resistimos. Resistimos e conseguimos assegurar pelo menos a realização de nossos congressos que elegerão em breve um novo diretório. Mas todos lembram, no tapetão, Nonato Bandeira já se autodeclarava presidente da legenda.

A insatisfação de muitos companheiros com “desmandos” dessa natureza é o reflexo do que vivemos agora. A direção do PPS Nacional, que já fez mais de 4 intervenções partidárias no Estado, tem sido “uma pedra no meio do caminho” de nossos militantes e filiados.

Soma-se a isto agora a existência de um forte interesse do grupo de Nonato que quer, em uma atitude revanchista e inconsequente, a todo custo, tirar a legenda da base aliada do governador, o resultado não poderia ser outro: alguns iriam sair. O risco desta reação foi inclusive por mim alertado na reunião que tivemos com a Nacional em Brasília.

Quanto à questão de abandono de barco não houve, Bruno Farias. O companheiro intencionalmente despreza a causa dos fatos e cria “maquiagem” para os seus efeitos. Talvez com o intento de achar que, porque alguns membros de nosso grupo saíram, eles já poderão se constituir “dono” do partido! Não, companheiro, haverá congresso e nosso grupo tem quadros maravilhosos para disputarem a direção do PPS! Estamos fortes e articulados na composição de um novo diretório.

E por fim, quanto à questão do não ingresso no PPS de quadros honrosos como Buba Germano, Iraê Lucena e Hervázio Bezerra, convenhamos, diante de tanta instabilidade, não é arriscar demais filiar-se? Perdemos filiações importantes, perdemos quadros importantes que se foram, mas, seguramente, não foi o nosso grupo o causador disto!

 

Ascom

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Tudo vai depender da situação de cada município”, diz Wilson sobre efeitos das mudanças em 2020

Indicado pelo presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, como o coordenador  no Nordeste  responsável pelas eleições municipais de 2020, o deputado federal paraibano e presidente estadual do PTB Wilson Santiago,…

Ganhador de enquete como o nome a ter o apoio de Cartaxo em 2020, Durval Ferreira mudará de sigla

Ganhador de uma enquete realizada pelo portal PB Agora o vereador licenciado e atual secretário de Ciência e Tecnologia da prefeitura de João Pessoa, Durval Ferreira (PP) que teve o…