Logo após o Carnaval, a Câmara Municipal da Capital (CMJP) deverá criar e instalar a ‘Frente Parlamentar em Defesa de Políticas Culturais da Cidade de João Pessoa’, com a realização de uma sessão especial na Casa e com a participação de representantes de órgãos governamentais e de entidades não-governamentais ligadas ao setor.

A iniciativa é do vereador Tavinho Santos (PTB), informando que a ‘Frente de Políticas Culturais’ será composta por vereadores representando todos os partidos que compõem o Legislativo Municipal. “Só vamos esperar passar este período de Carnaval para agendarmos a sessão especial”, adianta Tavinho.

Para a sessão especial, além de produtores, artistas, promotores culturais e representantes de órgãos oficiais, como o diretor-executivo da Fundação Cultural de João Pessoa, Walter Galvão, o vereador Tavinho também pretende convidar representantes da iniciativa privada que queiram investir em ações culturais. “Temos que acabar com esse hábito de só contar com o poder público nas atividades culturais. Temos que envolver a iniciativa privada para investir no setor”, defende Tavinho.

A ‘Frente’ terá como principais objetivos a manutenção e promoção de discussões em torno das políticas culturais para a cidade. “Temos que envolver a Câmara nessa discussão. Precisamos nos mobilizar para lutar por coisas concretas, como, por exemplo, a necessidade de João Pessoa ter um espaço definido para a realização de grandes eventos culturais”, adianta Tavinho.

Para o vereador, tanto a ‘Frente’ quanto a sessão especial vão dar início a um longo trabalho em prol das políticas culturais da Capital paraibana. “Temos que pensar e discutir a cultura como um todo: da produção do artesanato à realização de eventos musicais, passando pelas manifestações da cultura popular e pelos principais eventos tradicionais da cidade, como o Carnaval e as festas de bairros”.

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Procurador comenta supostas ameaças de prefeito do Sertão a moradores

Uma denúncia formulada junto a Ministério Público Federal (MPF), por meio do procurador do MPF em Patos, Djalma Feitosa, está ganhando repercussão na mídia sertaneja. Trata-se que moradores do Quilombola…

João Azevedo acena com possibilidade de contemplar melhor os servidores

O governador João Azevedo sinalizou, com muita clareza, que há possibilidade, sim, de ir além do anunciado percentual de 5% de reajuste salarial linear para os seevidores públicos. A disposição…