Por pbagora.com.br

O deputado Clodovil Hernandes (PR-SP) disse nesta quinta-feira (12), após ser absolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da acusação de infidelidade partidária, que fez sua campanha para as eleições de 2006 “com o coração”.

 

“Não gastei nada na minha campanha. Essas campanhas milionárias são sempre suspeitas. Eu fiz com o meu coração, mas antes disso trabalhei 40 anos”, afirmou em tom de desabafo, após ter garantido seu mandato.

 

Apesar disso, Clodovil afirmou que sua absolvição não é motivo para felicidade. “Não posso ficar feliz. Não é uma situação que traga felicidade. Sou feliz quando ajudo os pobres, quando cuido do povo que me colocou aqui”, completou.

 

O deputado foi absolvido por sete votos a zero pela acusação de infidelidade após trocar o PTC, partido pelo qual foi eleito, pelo PR, em setembro de 2007. Ele foi eleito com 493.951 votos.

 

 

Clodovil alegou que trocou de partido por ter sido perseguido e também porque houve total abandono e “conduta antiética” da legenda pela qual foi eleito, além de mudanças nos ideais do PTC. “Tenho certeza que 500 mil votos não podem pertencer ao partido, e sim à pessoa”, destacou o deputado durante entrevista.

 

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim quer proteger de impostos setores que empregam grande quantidade de trabalhadores

oco desta semana está na desoneração da folha de pagamentos de setores que empregam grande número de trabalhadores, lembra o líder Efraim Filho (PB). “Retomar uma política de não onerar…

TJ barra nova tentativa para anular eleição indireta em Bayeux

Tentando de várias formas impedir as eleições indiretas na cidade de Bayeux, o presidente da Câmara de Vereadores, Inaldo Andrade (Republicanos), teve ontem (10), mais uma derrota. Por meio de…