O deputado Clodovil Hernandes (PR-SP) disse nesta quinta-feira (12), após ser absolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da acusação de infidelidade partidária, que fez sua campanha para as eleições de 2006 “com o coração”.

 

“Não gastei nada na minha campanha. Essas campanhas milionárias são sempre suspeitas. Eu fiz com o meu coração, mas antes disso trabalhei 40 anos”, afirmou em tom de desabafo, após ter garantido seu mandato.

 

Apesar disso, Clodovil afirmou que sua absolvição não é motivo para felicidade. “Não posso ficar feliz. Não é uma situação que traga felicidade. Sou feliz quando ajudo os pobres, quando cuido do povo que me colocou aqui”, completou.

 

O deputado foi absolvido por sete votos a zero pela acusação de infidelidade após trocar o PTC, partido pelo qual foi eleito, pelo PR, em setembro de 2007. Ele foi eleito com 493.951 votos.

 

 

Clodovil alegou que trocou de partido por ter sido perseguido e também porque houve total abandono e “conduta antiética” da legenda pela qual foi eleito, além de mudanças nos ideais do PTC. “Tenho certeza que 500 mil votos não podem pertencer ao partido, e sim à pessoa”, destacou o deputado durante entrevista.

 

G1

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Adriano Galdino recebe título de cidadão pessoense e Medalha Epitácio Pessoa

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, recebeu, nesta segunda-feira (21), o título de cidadão pessoense e a Medalha Epitácio Pessoa, durante sessão solene realizada em conjunto…

Vereadores de Stª Rita farão curso em Gramado durante o Natal Luz

Mais uma viagem dos vereadores de Santa Rita vem dando o que falar. Desta vez, 11 parlamentares e um servidor irão participar, com diárias concedidas pela Câmara Municipal do V…