Por pbagora.com.br

Recém-filiado ao Avante, o deputado estadual Felipe Leitão deve cumprir uma missão do partido nas eleições deste ano, em João Pessoa. Como não mudou seu titulo eleitoral para a cidade de Cabedelo até o ultimo dia 04 de junho, o parlamentar perdeu o prazo de filiação partidária exigido pela justiça e segundo revelou ontem (08), em entrevista essa manutenção do seu domicilio eleitoral na capital atendeu uma recomendação partidária.

De acordo com Felipe Leitão a decisão foi por conta de uma estratégia da direção do Avante, que preferiu a manutenção de seu domicílio eleitoral em João Pessoa. De todo modo, ele não poderia entrar naquela disputa: o prazo para a transferência de domicílio encerrou-se em 4 de abril.

Recebido com pompas no mês de março no Avante, o parlamentar chegou a admitir a possibilidade de mudar o domicílio, mas a opção não se concretizou. A premissa do partido é ter o parlamentar numa candidatura a vice-prefeito na capital paraibana. A legenda coloca na balança a votação que ele teve na última disputa, mais de 12 mil votos somente em João Pessoa. Além disso, a legenda conta com seis parlamentares na Câmara Municipal (CMJP), tendo um aproveitamento considerado satisfatório após o período da janela eleitoral.

 

Redação

Notícias relacionadas

“O PT tem que abrir diálogo”, diz Jackson ao destacar que o MDB deve ser procurado

O presidente do Partido dos Trabalhadores na Paraíba (PT-PB), Jackson Macedo, analisou a hipótese da sua sigla buscar o apoio de outras legendas como o MDB para um eventual apoio…

Veja ponto a ponto do depoimento de Luiz Henrique Mandetta à CPI da Covid

Em mais de sete horas de depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta detalhou procedimentos que adotou contra a pandemia e…