A Paraíba o tempo todo  |

EXCLUSIVO: procurador da Cagepa pede exoneração por discordar das atitudes da presidência; saída levanta dúvidas sobre condução lícita do órgão

EXCLUSIVO: procurador da Cagepa pede exoneração por discordar das atitudes da presidência; saída levanta dúvidas sobre condução lícita do órgão

O chefe da assessoria jurídica da Cagepa, Dr. Hidelbrando Evangelista de Brito, pediu exoneração da função nesta segunda-feira (25), segundo servidor efetivo da instituição (que para não ser identificado). Na carta onde requer afastamento, o ex-chefe não esconde sua insatisfação e deixa claro que sua decisão é motivada puramente por discordâncias com as práticas do presidente do órgão, Alfredo Nogueira Filho.

“Sirvo-me da presente para comunicar pedido de exoneração em face de profundas discordâncias na condução e trato de matérias de cunho jurídico-administrativo entre esta Chefia e Vossa senhoria”, declara.

Tendo ocupado o posto por apenas seis meses, a saída abrupta do ex-procurador Hidelbrando fomenta a discussão sobre a condução da própria instituição. No decorrer do documento, fica evidente que o ex-chefe pede para abandonar a defesa do órgão por não concordar com as “demandas” impostas pelo presidente, as quais julga “impróprias” a um órgão onde “os interesses da empresa devem se confundir com os da população”.

Convicto que não concorda, nem quer seguir aliado, a essa “prática” que o incomoda, Hidelbrando, ao fim da carta, pede que seja substituído por um outro profissional que possa abraçar os pedidos do presidente Alfredo sem restrições.

“Conclui que a discordância de Vossa Senhoria ao meu trabalho desaconselha a minha permanência à frente de determinadas demandas jurídicas e administrativas de interesse da Presidência, que poderão ser melhor desempenhadas por outro profissional”, afirma.

A saída do ex-procurador deixa uma lacuna no trato jurídico da própria Cagepa, haja vista que teve papel decisivo em ações que causariam estragos incalculáveis às finanças da CAGEPA.

Sem mais demoras, o presidente da Cagepa já nomeou na manhã desta terça seu novo auxiliar: trata-se de Guilherme Nóbrega, que, por sinal, é seu assessor jurídico pessoal.

Nossa equipe de reportagem tentou contato tanto com Alfredo Nogueira como Hidelbrando Evangelistas, mas não obteve êxito.

Leia a íntegra do pedido de exoneração

 

CI/AJU/Nº 282/2010

AO SR. Dr. ALFREDO NOGUEIRA FILHO
DD. DIRETOR-PRESIDENTE DA CAGEPA

ASSUNTO: PEDIDO DE EXONERAÇÃO DO CARGO DE CHEFE DA ASSESSORIA
JURÍDICA DA CAGEPA.

Senhor Presidente:

1. Sirvo-me da presente, para comunicar pedido de exoneração do cargo de Chefe
da Assessoria Jurídica da CAGEPA, que ocupei a partir de 13/04/2010 e ao qual dediquei
grande desforço pessoal e empenho jurídico na defesa dos interesses da empresa, que se
confundem com os interesses da população paraibana, sempre com lealdade e zelo, em face
de profundas discordâncias na condução e trato de matérias de cunho jurídico-
administrativo entre esta Chefia e V.Sª.

2. Conclui, após acurada análise dos fatos, que a discordância de V.Sª ao meu
trabalho desaconselha a minha permanência à frente de determinadas demandas jurídicas e
administrativas de interesse da Presidência, que poderão ser melhor desempenhadas por
outro profissional.

HILDEBRANDO EVANGELISTA DE BRITO

CHEFE DA ASSSESSORIA JURÍDICA DA CAGEPA

OAB Nº 2.655-PB

 

Luis Alberto Guedes

PB Agora

 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe