A Paraíba o tempo todo  |

Ex-prefeito da PB é condenado a devolver quase R$ 1,5 milhão

O ex-prefeito de Bom Jesus Evandro Gonçalves de Brito terá de devolver aos cofres públicos a quantia de R$ 1.393.637,94, conforme decisão da 2ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE). O débito imputado ao ex-gestor corresponde ao excesso de custos em várias obras realizadas pela prefeitura de Bom Jesus.

O TCE decidiu também aplicar multa pessoal ao ex-prefeito no valor de R$ 2.805,10. Ele terá de, no prazo de 60 dias, fazer o recolhimento do débito de R$ 1.393.637,94 aos cofres públicos e da multa pessoal aos cofres do Estado, sob pena de cobrança executiva a cargo do Ministério Público.

As irregularidades foram detectadas nas seguintes obras: construção de açudes – Sítio Umari e Toinho Levina (R$ 125.100,00); construção de açudes – Sítio Timbaúba de Chiquinho Barreto (R$ 130.529,50); construção de açude – divisa do Sítio Mulungu (R$ 138.000,00); construção de açude – divisa do sítio Escuta (R$ 129.000,00); construção de açude – sítio Forquilha (R$ 142.000,00); construção de açude – sítio Maria Fresca (R$ 89.500,00); implantação de rede de esgoto no bairro das populares (R$ 136.920,80); implantação de rede de esgoto no povoado São José (R$ 137.356,68); ampliação da escola Maria do Carmo Gonçalves (R$ 35.131,79); recuperação de estradas vicinais I (R$ 125.640,00) e recuperação de estradas vicinais II (R$ 204.459,17).

 

 

 

Lana Caprina

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe