A Paraíba o tempo todo  |

Estado programa nomear concursados

O governador Ricardo Coutinho (PSB, na foto ao lado, junto com a 1ª Dama do Estado, Pâmela Bório e o filho do casal, Henry Lorenzo, sendo conduzido no colo pela babá) admitiu neste sábado, durante conversa com representantes da Comissão de Concursados como Agentes Penitenciários, que congrega cerca de 1.400 pessoas, que ele chamará todos os aprovados na gestão do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), assim que os cofres do Tesouro Estadual consigam se recuperar em sua capacidade de investimentos e equilíbrio fiscal.

Confirmação de próprio punho

Pelo Twitter (microblog da Internet, utilizado como rede social de relacionamento na Web), o governador confirmou publicamente essa decisão dele:

– Vou fazer uma programação e definir qual será a nossa previsão administrativa e financeira para podermos chamar todas aquelas pessoas que foram aprovadas no concurso para Agente Penitenciário do Estado.

Diário Oficial bate recorde

De acanhados 700, 800 até 1.000, 1.200 acessos via Internet, registrados em média durante os quase dois anos de gestão do ex-governador José Maranhão (PMBD), o número de consultas on-line às edições do “Diário Oficial do Estado”, agora na gestão do governador Ricardo Coutinho, subiram para patamares jamais imaginados entre os servidores públicos estaduais e demais autoridades, que formam o grosso dos usuários desse tipo de informação administrativa especializada.

Busca incessante na Internet

Só para se ter uma idéia, a edição do DOE do dia 24/12/2010 atingiu o total de 15.480 cliques, chegando ao recorde absoluto de acessos em 03/01/2011, com 31.067 consultas. Desde o começo do ano de 2011 que a coisa disparou em termos de counter (contador numérico de acessos às páginas da Internet), mantendo uma média constante nesse mesmo patamar alto.

Sucesso junto ao público

Para se ter uma idéia aproximada desse fenômeno editorial, confira abaixo como tem sido a média cotidiana de cliques nas edições do “Diário”, agora na gestão socialista do Estado:

07.01.2011 – Nº acessos: 10.057

06.01.2011 – Nº acessos: 14.040

05.01.2011 – Nº acessos: 16.695

04.01.2011 – Nº acessos: 10.853

02.01.2011 – Nº acessos: 11.435

Média anterior foi quintuplicada

Nas últimas semanas que antecederam a posse de RC, nos mês de dezembro, a média de cliques girou em torno de 3.800, 4.000 até 5.000, 5.600, de maneira constante. Atualmente, este número cresceu cinco vezes mais.

RC ganha de CCL no Twitter

O número de internautas adeptos de Ricardo ultrapassou o de admiradores confessos de Cássio, esta semana, pelo menos no número de “tuiteiros” que são followers dos dois, na Web. O ranking mais atualizado revela o seguinte:

Ricardo Coutinho (PSB) – 18.402 seguidores

Cássio Cunha Lima (PSDB) – 17.803 seguidores

Ranqueada antes das urnas

Faltando apenas um mês para o final da fase inicial da campanha passada (nas vésperas do 1º turno), em setembro de 2010, os números eram estes:

Ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) – 10.197

Ex-prefeito municipal Ricardo Coutinho (PSB) – 7.856

Cunha Lima prestigia espetáculo

E por falar em Cássio, ele foi pessoalmente às cadeiras azuis do teatro Paulo Pontes do Espaço Cultural, localizado no bairro de Tambauzinho, na noite deste sábado passado, somente para assistir ao show do humorista campinense Shaolin, intitulado “Lula de Férias”.

A rouca voz do povo nas ruas

Assim que ele adentrou ao recinto, a platéia logo o reconheceu e várias pessoas começaram a bater palmas ritmadas, gritando em alto e bom som:

– Senador… Senador… Senador!!!

PUBLICIDADE

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe