Enquanto o ex-governador José Maranhão (PMDB) classifica de ‘grande mancada’ a decisão da presidenciável Marina Silva em se filiar ao PSB, o governador Ricardo Coutinho (PSB) está fazendo questão de comemorar a conquista do partido em atrair para os quadros da legenda a liderança da ex-ministra Marina Silva para marchar com o socialismo no próximo pleito estadual.

Coutinho manteve contato telefônico com o colega Eduardo Campos, de Pernambuco, e presidente nacional do partido, para se congratular pela adesão da ex-senadora aos quadros do PSB.

Para o governador o apoio de Marina Silva se traduz "numa aliança com uma mulher pública exemplar, ética e que tem ainda uma grande contribuição a dar ao país".

“OPSB conquista uma importante aliada que emergiu consagrada como uma das grandes lideranças nacionais em função das manifestações e protestos que tomaram conta do país, há alguns meses”, destacou.

De acordo com nota publicada no blog do Marcos Alfredo, Ricardo Coutinho acredita que o "up grade" à pré-candidatura de Eduardo Campos, com a adesão de Marina Silva ao projeto nacional do PSB, deverá ter bons reflexos junto à opinião pública nacional, principalmente pela carga ideológica, biografia irreparável e postura íntegra e bem avaliada da ex-senadora.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“O que eu pretendo é ser expulso” dispara Moacir sobre imbróglio no PSL

Não é de hoje que o deputado estadual Moacir Rodrigues (PSL) vem vivendo um imbróglio dentro da sigla na Paraíba. A celeuma entre ele e o presidente do partido na…

Áudio revela articulação de Bolsonaro para tirar líder do PSL

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi gravado nesta quarta-feira à tarde pedindo o apoio de deputados da legenda para destituir o líder do partido na Câmara, Delegado Waldir, que acabou…