Por pbagora.com.br

 Enquanto o deputado federal Damião Feliciano e sua esposa a vice- governadora Lígia Feliciano ambos do PDT tentam apaziguar as relações do partido com o Governo Federal o presidente nacional da sigla Carlos Lupi continua "atacando" a presidente Dilma Rousseff (PT).

Cotado para ser ministro do Trabalho, o deputado federal Damião Feliciano (PMDB), disse que sempre defendeu a permanência do partido na base de apoio ao governo. “Avaliamos o quadro político do momento, que é grave. Discutimos nossas dificuldades com o governo, mas a avaliação da maioria é que não é o momento de sair do governo”, situou Damião. Assim também pensa sua esposa: “O Brasil é maior do que todos nós. Não é hora de aprofundar diferenças”.

Já o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, ao atestar que “falta liderança” no governo para sair da crise. “Eu não vejo nem vagalume no fim do túnel, quanto menos luz”, proclamou Lupi.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

VÍDEO: Ney Suassuna faz gesto obsceno ao comentar sobre Maranhão; ele nega

Em vídeo compartilhado na internet, o senador Ney Suassuna aparece fazendo um gesto obsceno ao comentar sobre o senador José Maranhão, que está internado em hospital de São Paulo, tratando…

Cícero Lucena evita contabilizar quantos vereadores terá na base

Nesta quinta-feira (21), o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), declarou que no momento não há uma preocupação sobre quantos vereadores estarão na sua base na Câmara Municipal ou…