Por pbagora.com.br

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba reagiu, através de nota, à tentativa do deputado estadual Wallber Virgolino de instaurar uma CPI contra a Imprensa na ALPB.

Segundo a nota, se o parlamentar está insatisfeito com a atuação de algum profissional ou veículo de comunicação, que cite os nomes e os fatos desabonadores cometido por eles para que sejam devidamente apurados.

Confira a nota na íntegra:

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS DO ESTADO DA PARAÍBA

NOTA

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba lamenta profundamente a iniciativa do deputado estadual Wallber Virgulino que anunciou a coleta de assinaturas para uma CPI da Imprensa da Paraíba. A entidade entende que se o parlamentar tem queixas em relação à atuação de algum profissional ou veículo de comunicação deve citar os nomes e os fatos desabonadores cometidos por um ou outro para que sejam apurados no Conselho de Ética do Sindicato ou mesmo pela FENAJ.

Por outro lado, o Sindicato repudia totalmente as práticas não condizentes com o Código de Ética e a responsabilidade social dos jornalistas e defende que estas sejam apuradas com amplo direito à defesa e, caso procedentes, punidas exemplarmente.

A DIRETORIA

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ouça: apoio político em troca de motos vira escândalo em Pedras de Fogo

Nem mesmo a pandemia do coronavírus tem sensibilizado parte da classe política para a necessidade de práticas mais republicanas. Na cidade de Pedras de Fogo, por exemplo, um vídeo com…

Romero propõe subsídio para empresas e evita crise no transporte coletivo em CG

Romero surpreende Conselho de Transporte Público com proposta de subsídio para as empresas de ônibus condicionado a uma bonificação de 100% na passagem para o usuário de coletivo Na prática,…