O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba reagiu, através de nota, à tentativa do deputado estadual Wallber Virgolino de instaurar uma CPI contra a Imprensa na ALPB.

Segundo a nota, se o parlamentar está insatisfeito com a atuação de algum profissional ou veículo de comunicação, que cite os nomes e os fatos desabonadores cometido por eles para que sejam devidamente apurados.

Confira a nota na íntegra:

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS DO ESTADO DA PARAÍBA

NOTA

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba lamenta profundamente a iniciativa do deputado estadual Wallber Virgulino que anunciou a coleta de assinaturas para uma CPI da Imprensa da Paraíba. A entidade entende que se o parlamentar tem queixas em relação à atuação de algum profissional ou veículo de comunicação deve citar os nomes e os fatos desabonadores cometidos por um ou outro para que sejam apurados no Conselho de Ética do Sindicato ou mesmo pela FENAJ.

Por outro lado, o Sindicato repudia totalmente as práticas não condizentes com o Código de Ética e a responsabilidade social dos jornalistas e defende que estas sejam apuradas com amplo direito à defesa e, caso procedentes, punidas exemplarmente.

A DIRETORIA

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia atua na prevenção do coronavírus em 32 aldeias indígenas Paraíba

A Polícia Militar da Paraíba deu início a um trabalho voltado para alertar a população indígena que vive nas 32 aldeias do Litoral Norte do Estado, com o objetivo de…

Vereador João Corujinha se filia ao Progressistas

O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, João Corujinha, que havia deixado o comando do DC na  Paraíba, assinou neste sábado (4), sua ficha de filiação no Progressistas. Corujinha…