A Paraíba o tempo todo  |

Efraim Filho defende 10% do PIB investidos em educação

O deputado federal Efraim Filho (Democratas-PB) membro da Comissão Especial que analisa o Plano Nacional de Educação – PNE (PL 8035/2010) que 10% do Produto Interno Bruto (PIB) até 2020 sejam investidos na educação. O deputado defende também a aplicação de 10% dos recursos do pré sal em educação. Esse é um dos pontos mais polêmicos do PNE, já que o governo defende a destinação de 7% do PIB para a área e nenhum recurso oriundo do pré sal.

Efraim Filho lamentou o descaso do Governo Federal com a greve das Universidades Federais, que envolve começou em 17 de maio, e atualmente professores de 49 instituições federais de ensino superior paralisaram as atividades: 46 universidades (cerca de 80% do total) e três dos 40 institutos ou centros federais de educação tecnológica, segundo dados do MEC, estão parcial ou totalmente parados.

Estudantes de 19 das 46 universidades também entraram em greve para pedir melhores condições de ensino. Segundo a Andes, a greve afeta mais de 1 milhão de alunos.

A categoria pleiteia carreira única com incorporação das gratificações em 13 níveis remuneratórios, variação de 5% entre níveis a partir do piso para regime de 20 horas correspondente ao salário mínimo do Dieese (atualmente calculado em R$ 2.329,35), e percentuais de acréscimo relativos à titulação e ao regime de trabalho.

Assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe