Por pbagora.com.br

O preço da gasolina vem passando por uma série de reajuste e, atualmente, chega a custar R$ 5,09 (o litro) em postos de combustíveis na capital. Com o objetivo de incentivar a utilização de um combustível não poluente e que movimenta uma cadeia de geração de emprego e renda na Paraíba, o deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB), apresentou o Projeto de Lei nº 2.032/2020, que institui a Semana de Conscientização e Estímulo ao uso do Etanol, no âmbito do Estado da Paraíba.

Para o parlamentar, o PL tem o objetivo de estimular a conscientização do uso do etanol em toda Paraíba com a finalidade de atenuar a crise no setor, ocasionado pela pandemia da Covid-19. “O setor agroindustrial canavieiro é responsável, dentre outras contribuições na economia paraibana, pela geração de mais de 21.000 postos de trabalhos”, destaca.

Eduardo ressaltou ainda que com os efeitos da pandemia, o cenário econômico resultou em uma queda nas vendas, que alcança a marca de 70% do etanol nos postos de combustíveis, consequentemente, gerou um armazenamento de 36.000.000 de litros do produto. Com isso, o setor busca uma estratégia para vender o álcool e assegurar no futuro, a manutenção dos empregos na atividade, que só em 2018 injetou R$ 1,5 bilhão em salários, impostos e insumos. “Quando falamos em incentivo ao etanol falamos de desenvolvimento da Paraíba, da valorização da riqueza produzida pelo nosso povo e que pode beneficiar a todos”, afirma o parlamentar.

O deputado lembra que o uso do etanol, além de contribuir para o desenvolvimento econômico da Paraíba, minimizar o custo no bolso do consumidor, possui ainda a importância do bem-estar para população. “Ao consumir o etanol, as pessoas estão acima de tudo, investindo na sua qualidade de vida, ao optarem por um combustível que não polui e não gera malefícios à saúde”, reforça.

Dados – Estatísticas do Ministério da Agricultura (MAPA), apontou que nos últimos 40 anos a Paraíba teve um crescimento de 292,3% de cana-de-açúcar moída; 4,5% na produção de açúcar; 521,2% na produção de etanol anidro; 478% na produção de etanol hidratado e 497,3% nos dois tipos de etanol.

Na média anual a produção de açúcar atingiu cerca de 150.000 toneladas, além de ter contribuído com a oferta média de 330.000.000 litros de etanol por ano, um combustível limpo e renovável, também fruto da cana-de-açúcar.

Safra – Em período de safra a Paraíba chega a produzir 420 milhões de litros de etanol. Para além do faturamento, essa produção garante a geração de 80 mil empregos diretos e indiretos. Apenas de forma direta, são gerados 21,8 mil empregos em 26 municípios do litoral paraibano, onde existe a produção de cana-de-açúcar.

 

Assessoria

Notícias relacionadas

“Os entes federados estão no limite de suas forças e possibilidades”, dizem governadores

Na noite dessa quinta-feira (04), o governador da Paraíba João Azevêdo, juntamente com outros 13 chefes de Executivo estadual, encaminharam ao presidente da República Jair Bolsonaro, uma carta pedindo adoção…

Manoel Jr é o único prefeito paraibano a compor nova diretoria executiva da CNM

O prefeito de Pedras de Fogo (PB) Manoel Junior, que é ex-presidente da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) é o único prefeito paraibano a integrar a chapa…