Novo secretário-executivo de Articulação Governamental do Estado, o ex-deputado federal Edme Tavares abriu caminho para o PTB participar do governo José Maranhão (PMDB), instalado no último dia 17 de fevereiro, depois da cassação do governador Cássio Cunha Lima (PSDB).

A nomeação de Edme pode representar uma divisão no Partido Trabalhista Brasileiro, segundo avaliam integrantes da direção da legenda. Edme Tavares substitui no cargo o também ex-deputado federal Phillemon Rodrigues (PTB).

Edme irá funcionar como uma espécie de secretário-adjunto do ex-deputado Vital do Rego, pai do prefeito de Campina Grande, Veneziano do Rego (PMDB), e do deputado federal Vital do Rego Filho (PMDB).

A nomeação do cajazeirense Edme Tavares, ex-chefe de gabinete do então presidente Fernando Henrique Cardoso, na época em que era filiado ao ex-PFL, hoje Democratas; foi publicada na edição do começo desta semana do Diário Oficial do Estado.

Edme é irmão do ex-vice-prefeito de João Pessoa, Reginaldo Tavares, secretário-geral do PTB, partido que na Paraíba tem como presidente o deputado federal Armando Abílio, aliado político do prefeito Ricardo Coutinho (PSB).

Edme Tavares é também tio do secretário-adjunto de Turismo de João Pessoa, Diego Tavares, filho de Reginaldo Tavares.

PB Agora
 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Aguinaldo destaca relação respeitosa com João, mas descarta parceria política

O deputado federal e líder da maioria na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP), não acredita na proximidade do seu grupo político com o do governador da Paraíba, João Azevêdo (sem partido)…

De olho na PMCG: Tovar defende que Romero defina nome no começo de 2020

Pré candidato a prefeitura de Campina Grande, na sucessão do prefeito Romero Rodrigues (PSD),o deputado estadual e secretário de Planejamento de Campina Grande, Tovar Correia Lima (PSDB), disse que só…