Novo secretário-executivo de Articulação Governamental do Estado, o ex-deputado federal Edme Tavares abriu caminho para o PTB participar do governo José Maranhão (PMDB), instalado no último dia 17 de fevereiro, depois da cassação do governador Cássio Cunha Lima (PSDB).

A nomeação de Edme pode representar uma divisão no Partido Trabalhista Brasileiro, segundo avaliam integrantes da direção da legenda. Edme Tavares substitui no cargo o também ex-deputado federal Phillemon Rodrigues (PTB).

Edme irá funcionar como uma espécie de secretário-adjunto do ex-deputado Vital do Rego, pai do prefeito de Campina Grande, Veneziano do Rego (PMDB), e do deputado federal Vital do Rego Filho (PMDB).

A nomeação do cajazeirense Edme Tavares, ex-chefe de gabinete do então presidente Fernando Henrique Cardoso, na época em que era filiado ao ex-PFL, hoje Democratas; foi publicada na edição do começo desta semana do Diário Oficial do Estado.

Edme é irmão do ex-vice-prefeito de João Pessoa, Reginaldo Tavares, secretário-geral do PTB, partido que na Paraíba tem como presidente o deputado federal Armando Abílio, aliado político do prefeito Ricardo Coutinho (PSB).

Edme Tavares é também tio do secretário-adjunto de Turismo de João Pessoa, Diego Tavares, filho de Reginaldo Tavares.

PB Agora
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim Filho pede harmonia entre Poderes após publicação de Bolsonaro

Harmonia entre os Poderes. É o que defende o líder do Democratas na Câmara, deputado Efraim Filho, após publicação anti-Congresso feita pelo presidente Jair Bolsonaro, através de aplicativo de mensagens.…

Pós-folia os pré-candidatos paraibanos devem focar nos prazos eleitorais e convenções

Como se diz “Tudo no Brasil, começa após o carnaval”, essa máxima também é levada a política, onde os pré-candidatos nas eleições devem dar o start oficial as suas pretensões…