Por pbagora.com.br

No mesmo dia em que manteve uma audiência com o governador José Maranhão (PMDB), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva telefonou para o ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) com quem manteve demorada conversa por telefone no início da noite desta terça-feira (3). O telefonema foi dado por volta das 18h30 e durou quase quinze minutos.

À tarde, o presidente recebeu, em audiência, o governador José Maranhão. O presidente reafirmou sua disposição em ajudar a nova administração paraibana e renovou seus votos de felicitações. O encontro aconteceu durante solenidade com a presença do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, no Palácio do Planalto, de entrega do relatório com os resultados da campanha de vacinação contra a rubéola, em que o país superou meta e vacinou 67 milhões contra a doença.

Maranhão chegou a Brasília na segunda-feira (2) para encaminhar novos pleitos da Paraíba ao governo federal. Para esta quarta-feira (4) está prevista uma série de audiências, onde serão tratados assuntos nas áreas da educação, saúde e infra-estrutura.

Às 9h00, o governador se encontra com o ministro da Educação Fernando Haddad. O encontro acontecerá no gabinete do Ministério da Educação e Maranhão estará acompanhado do secretário da Educação e Cultura, Sales Gaudêncio, levando pleitos do Estado na área educacional. R$ 18 milhões que deveriam ser repassados a escolas paraibanas estão com a liberação suspensa porque o governo anterior não cumpriu sua parte, deixando de realizar o treinamento de cerca de 500 gestores escolares.

Às 11h30, o governador José Maranhão será recebido em audiência pelo ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima. Vários projetos na área de infraestrutura serão encaminhados ao Governo federal, entre os quais destaca-se a continuidade das ações nas Várzeas de Sousa, que estão paralisadas, conforme constatou a Caravana da Reconstrução. O governador estará acompanhado do secretário da Infraestrutura, Francisco Sarmento.

À tarde, Maranhão manterá audiência com o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Na ocasião, também serão apresentados vários projetos na área de saúde pública. Destacam-se os projetos de reabertura de 30 hospitais que se encontram fechados, uma outra constatação feita durante a Caravana da Reconstrução no interior do Estado.
 

PB Agora

Notícias relacionadas

Paraibano é o relator de comissão para investigar relatório falso sobre mortes pela Covid

A presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, instituiu uma Comissão de Processo Administrativo Disciplinar (PAD), composta por auditores federais de controle externo, para apurar, no prazo…

Eletricitários farão manifesto hoje em CG contra a privatização da Eletrobras

Os trabalhadores e trabalhadoras da Eletrobras – Chesf em Campina Grande, irão realizar nesta terça-feira (15), ato de protesto contra a privatização da empresa e pelo não cumprimento do ACT.…