Por pbagora.com.br

Dobradinha Cássio e Vital: Fabiano Lucena firma apoio a candidatura de peemedebista ao Senado

Depois de divergir sobre o apoio ao candidato da oposição para o Governo do Estado e firmar apoio apenas ao tucano Cássio Cunha Lima para o Senado Federal, o deputado estadual Fabiano Lucena (PSDB) resolveu escolher o nome de Vital do Rego Filho (PMDB) como o segundo voto na corrida para o Congresso Nacional.

O anuncio foi feito nesta quarta-feira (14), no plenário da Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba. Fabiano ressaltou que atendeu um pedido do prefeito Veneziano Vital do Rego (PMDB) e justificou.

“Veneziano me contactou e eu não poderia recusar um pedido dele”, declarou.

O parlamentar fez questão de explicar que já havia declarado apoio para governador, através da candidatura de José Maranhão, para presidente, através do tucano José Serra e para o primeiro voto do Senado, representado por Cássio Cunha Lima.

“Estava faltando apenas o segundo voto para o Senado e eu escolhi Vital por entender que ele é a melhor opção para Paraíba, ele foi meu companheiro da Assembléia, é meu amigo pessoal e tem competência para exercer mais esta função”, disse.

Fabiano Lucena é sobrinho do senador Cícero Lucena (PSDB) e era um defensor da candidatura tucana ao Governo do Estado. Após a desistência da candidatura própria, o parlamentar optou por apoiar o nome do governador José Maranhão (PMDB) ao Governo do Estado, se encaixando assim nos quadros dissidentes da sigla.

 

Ascom
 

Notícias relacionadas

Ao lado de Aguinaldo, prefeito pede a ministro recursos para Saúde de São José de Espinharas

Neste sábado (17) o Prefeito de São José de Espinharas, Netto Gomes (Progressistas), participou juntamente com o deputado federal e líder da Maioria no Congresso, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) da visita…

Estados liderados por bolsonaristas encabeçam mortes por covid-19; veja posição da Paraíba

Um estudo feito pela unidade de inteligência do portal Congresso em Foco mostra que os estados que mais votaram em Jair Bolsonaro no primeiro turno das eleições presidenciais de 2018…