A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio vai promover audiência pública com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, para que eles deem esclarecimentos sobre a crise econômica que atinge o País. A data do evento será marcada na próxima semana.

Autor do requerimento que convida os ministros, o deputado Osório Adriano (DEM-DF) ressaltou a queda de 3,6% do Produto Interno Brasileiro (PIB) no último semestre do ano passado e disse que a bancada do governo quer adiar o debate.

“Ainda ontem, o presidente da República, com todo o respeito, anunciava que nós iríamos sair da crise. Ora, é uma contradição: nós não podemos ficar levando o País no papo, cada dia com uma conversa e nem sempre verdadeira. As consequências são graves”, observou.

O parlamentar lembrou que as eleições de 2010 ainda estão longe. “Não sei se nós chegaremos de pé lá, porque com as notícias que se tenta passar e enganar o povo eu não concordo de jeito nenhum”, acrescentou.

Questão de agenda
Já o deputado Miguel Correa (PT-MG) negou que o governo queira se furtar ao debate, considerando que o convite aos ministros é apenas uma questão de agenda.

“O PT está, com todas as suas lideranças, desde o Parlamento ao próprio Governo Federal, tomando todas as providências e debatendo exaustivamente a questão em relação à crise. Nós não podemos aqui falar que o ministro Guido Mantega está se furtando ao debate da crise. Não há a menor possibilidade, nem é o que tem pautado o País o ano inteiro e desde o ano passado”, disse.

Para Miguel Correa, o que a bancada do governo quer é organizar o debate com outras comissões da Casa e conciliar o convite com a agenda do ministro.Segundo ele, o Brasil foi dos últimos países a entrar na crise, começando a sentir seus efeitos quando a Europa já está no chão há um semestre.

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vené e João têm conversa amistosa e reforçam sintonia

Assim como anunciado na última sexta-feira (09), o senador Veneziano (PSB) confirmou que se encontrou com o governador João Azevêdo (sem partido) nesse final de semana para tratar da conjuntura…

PB Agora/Datavox: gestão João é aprovada por 71,2% em Pedras de Fogo

O governador João Azevêdo obteve 71,2% de aprovação da população nestes primeiros 11 meses de governo conforme dados divulgadas nesta segunda-feira (09) em uma pesquisa realizada pelo Instituto Datavox, em…