O deputado estadual Cabo Gilberto (PSL), comentou as declarações à imprensa do deputado federal Coronel Tadeu (PSL-SP) onde afirmou, no último sábado, que não vê a hora “do Lula morrer”. Apesar de ter afirmado não ter conhecimento das falas correligionário, o deputado se mostrou contrário a tese e, em vez do extremismo, defendeu uma reforma no Código Penal para o país adotar pena de morte e perpétua.

“Eu quero ver Lula preso, pois ele cometeu outro crime agora, pois incitou a violência, infringindo assim a Lei de Segurança Nacional. É a lei e o que foi que ele fez foi incitar a violência para a população fazer o que estão fazendo no Chile. Ou seja, criou todo esse problema junto com o PT, onde desviaram bilhões dos cofres públicos para países de ideologias idênticas ao PT que dificilmente serão recuperadas. Eu quero ver Lula preso”, disse o deputado estadual.

Questionado sobre a viabilização da pena de morte e prisão perpétua no Brasil, Gilberto disse ser favorável à punição para alguns crimes.

“Lembro do caso Champinha que estuprou uma jovem durante quatro dias e matou seu namorado e no final cortou sua cabeça com uma faca de pão. Então um crime como esse era no mínimo prisão perpétua. Então são crimes pontuais que merecem uma reposta enérgica do estado”, finalizou.

OUÇA

Com informações de Eliabe Castor

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Aliados para 2020, PTB e Podemos devem disputar internamente filiação de João

Apesar de aliados para o pleito de 2020, PTB e Podemos ainda devem travar uma disputa nos bastidores que é a batalha para convencer o governador João Azevêdo (sem partido)…

“Acredito que não seja provável”, diz Bruno sobre bater chapa com Tovar

“Se é possível é, mas não acredito que seja provável nem que seja necessário”. A declaração é do chefe de gabinete da prefeitura de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (sem…