Por pbagora.com.br

 

Um dia após o vice-prefeito de Campina Grande Enivaldo Ribeiro afirmar que a preferência do PP nas eleições deste ano será pelas oposições, a deputada estadual Daniella Ribeiro, reformou o apelo ao governador Ricardo Coutinho (PSB) para recebê-la no gabinete e tratar das explosões a caixas eletrônicos no Estado. A declaração da deputada que é irmã do deputado federal Agnaldo Ribeiro, amplia as possibilidades de alianças entre o PP e o PSB nas eleições deste ano.

 

Embora a política deva fazer parte da pauta, Daniela garante que a audiência será apenas para tratar de assuntos de interesse do Estado, a exemplo do cumprimento da lei de sua autoria, que obriga as instituições bancárias a instalarem dispositivos que inutilizem as cédulas nos casos de violação dos caixas.

 

Daniella destacou que deseja tratar com o gestor, e que vai levar a questão para a Assembleia Legislativa, sobre a atuação da ‘gangue da marcha à ré”, que tem trazido prejuízos aos comerciantes e a população campinense.

 

– A minha audiência é no sentido é que o governo possa unir forças com o Procon e faça com que a lei seja cumprida. Não tem isso de “lei não pegou”. Lei é lei. Acrescento na minha audiência a questão da ‘gangue da marcha à ré’ em Campina Grande, que tem trazido um prejuízo tremendo não só aos comerciantes, mas também a população e a economia da cidade. O governo insiste em afirmar que nada está acontecendo, ou faz ouvido de mercador ou insiste em divulgar que a violência diminuiu em cima de números de redução de homicídios – reprovou.

A parlamentar destacou que as pessoas têm medo de falar para não serem perseguidas e que os empresários e comerciantes na Paraíba pagam muitos impostos e não tem o mínimo de segurança.

 

Ela também fez um apelo ao prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), para procurar o governo e tratar sobre o tem segurança pública.

 

– Ninguém pode estar representando bandeiras partidárias neste momento. A eleição acontece em outubro e aí você discute seus posicionamentos partidários. Fica a reflexão para quem está acompanhando, a política mudou e as pessoas estão mais críticas. Se é esse tipo de comportamento que se pretende ter, não tenha dúvida que a população vai fazer o seu julgamento” – explanou.

 

PB Agora

 

Notícias relacionadas

Covid-19: secretário alerta para elevação na transmissibilidade na Paraíba

O secretário executivo de Saúde da Paraíba, Daniel Beltramin alertou, durante entrevista nesta sexta-feira (14), para a elevação da taxa de transmissibilidade do novo coronavírus na Paraíba com o consequente…

Wilson Filho visita Defensoria e reforça compromisso com a instituição

O defensor público-geral da Paraíba, Ricardo Barros, e a subdefensora pública-geral,  Madalena Abrantes, receberam nesta quinta-feira (13), na Sede da Defensoria Pública do Estado (DPE-PB), a visita do deputado estadual…