OUÇA: “Parlamento não pode fazer como Pilatos e lavar as mãos”, diz Bruno sobre marcha à ré de Raíssa

 

O líder da bancada de oposição na Câmara Municipal de João Pessoa, Bruno Farias (PPS), lamentou a postura da vereadora Raíssa Lacerda (PSD) em desistir de assinar a instalação de uma CPI para investigar os escândalos na obra da Lagoa.

O parlamentar disse que respeitava, porém discordava. Para ele o parlamento não pode adotar a postura de Pilatos, de ‘lavar as mãos’ diante de um escândalo dessa magnitude e que mancha a história da Capital do Estado.

“Eu respeito, mas discordo dos argumentos apontados. A vereadora Raíssa se debruçou sobre toda a documentação que nós enviamos para ela e no final das contas seguiu o conselho de seu pai. Mas você não pode fazer com que o parlamento tenha a mesma postura de Pilatos, e lavar as mãos diante de um escândalo que choca a toda sociedade. É dever do parlamento, é mandamento constitucional que nos põe como fiscalizadores do executivo. Pode ser que a Assembleia se debruce sobre esse caso e a Câmara não. Será um by pass”, disse.

CONFIRA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MP encontra sobrepreço em despesas públicas no combate ao Covid-19 de dez prefeitos

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) analisou as despesas públicas relacionadas ao combate à covid-19 que foram realizadas pelos dez maiores municípios paraibanos e constatou, em todos eles, irregularidades, com…

Nilvan revela prazo para sair da TV e Rádio para disputar a PMJP

O apresentador Nilvan Ferreira anunciou nesta quinta-feira (04) durante o seu programa de rádio na Correio FM, o prazo em que deixará de apresentar o programa radiofônico e o telejornal…