Por pbagora.com.br

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, comemorou, nesta sexta (28), a inclusão dos trabalhadores da educação no Plano Nacional de Imunização. A definição foi divulgada pelo Ministério da Saúde em nota técnica emitida no dia de hoje.

Adriano ressaltou que é extremamente justa estender a vacinação para todos os trabalhadores de colégios, creches e universidades, incluindo-lhes no grupo prioritário. “A imunização da categoria é uma forma de ampliar a retomada das aulas presenciais, além de preservar a vida desses profissionais. É importante essa retomada, que vai agilizar a imunização de todos os funcionários da área”, destacou o presidente.

Além da inclusão dos trabalhadores da educação no PNI, o retorno da vacinação desse público também foi ratificada por nova decisão do Tribunal Regional Federal, assinada pelo desembargador Vladimir Souza, que entendeu haver “obstáculos” ao cumprimento integral da decisão anterior da 3ª Vara da Seção Judiciária da Paraíba, que impunha a vacinação dos presos e dos agentes prisionais antes da categoria educacional.

No início do ano, o presidente encaminhou requerimentos ao Ministério da Saúde e a secretária estadual de Saúde solicitando a inclusão de todos os profissionais da educação nesses grupos prioritários. Na Capital, no momento da vacinação, além da documentação pessoal, serão solicitadas cópias do contracheque e declaração da instituição de ensino de João Pessoa, que deverão ficar retidas no posto de imunização.

 

Assessoria

Notícias relacionadas

Levantamento do PB Agora contabiliza 10 nomes cotados para disputar única vaga da Paraíba no Senado em 2022

Um levantamento feito pela reportagem do PB Agora contabilizou ao menos dez nomes cotados para ingressar na disputa pela única vaga da Paraíba no Senado Federal nas eleições de 2022.…