A Paraíba o tempo todo  |

Couto rebate acusação contra Dilma Rousseff

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O deputado Luiz Couto (PT-PB), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM), ocupou a tribuna da Câmara Federal na segunda-feira (6) para prestar solidariedade à ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, que, segundo ele, está passando por um processo de desqualificação, destruição e queimação por parte de segmentos da mídia.

Numa clara referência à Folha de São Paulo que no último domingo publicou matéria na chamada de capa com o título “Grupo de Dilma planejou sequestro de Delfim Neto”, Luiz Couto disse que agora estão reabrindo túmulos e tratando a ministra como terrorista e traidora. “O objetivo é destruir uma pré-candidata à Presidência da República que é competente e trabalhadora”, denunciou.

“É isso que estão tentando. Já fizeram com o ministro José Dirceu, com o ministro Antonio Palocci. Agora, colocaram todas as baterias contra a ministra Dilma. Querem destruir qualquer possibilidade de continuarmos governando o Brasil, fazendo um país diferente, com investimentos na educação, na saúde, geração de emprego, distribuição de renda”, completou o deputado, que em seguida alertou: “Temos que nos preparar para isso”.

Após expressar apoio irrestrito à Dilma Rousseff, Couto afirmou que ela saberá enfrentar os problemas, as acusações e queimações e “irá, com certeza, apresentar-se para a sociedade brasileira como candidata”. “O povo brasileiro vai decidir pelo voto – aliás, a arma que possui para enfrentar momentos de sofrimento e de dor – e dará uma resposta positiva”, acrescentou.

Abonando as palavras de Luiz Couto, o deputado Mauro Benevides (PMDB-CE) ressaltou que, na condição de integrante da equipe do presidente Lula, a chefe da Casa Civil tem se destacado no gerenciamento de importantes políticas públicas, alcançando projeção independentemente “de críticas que aqui e ali surgem, na própria imprensa”.

“Sob esse aspecto, também o deputado Luiz Couto merece aplausos em razão da postura que assume na defesa da ministra Dilma, hoje à frente do Gabinete Civil da Presidência da República”.
 

Assessoria

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe