A Paraíba o tempo todo  |

Conselho de Ética decidirá se cassa deputado dono do castelo

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A Mesa Diretora da Câmara decidiu nesta terça-feira, 31, enviar ao Conselho de Ética da Casa representação por quebra de decoro parlamentar contra o deputado Edmar Moreira (sem partido/MG), o dono do castelo. Parecer da Corregedoria da Casa pede a cassação do parlamentar por uso irregular da verba indenizatória.

De acordo com a Corregedoria da Câmara, Moreira usou a verba indenizatória para pagar serviços de segurança prestados por empresas de sua propriedade.

 

No início deste ano, Edmar foi eleito para o cargo de corregedor da Câmara. Em seguida, foi descoberto que ele não havia declarado à Receita Federal um castelo de sua propriedade em São João do Nepomuceno, em Minas Gerais. Ele alegou omitiu a informação em sua declaração de renda porque o imóvel estava registrado em nome de um de seus filhos.

 

A Mesa da Câmara resolveu ainda acatar a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que recomendou a cassação do deputado Juvenil Alves Ferreira Filho (PRTB-MG). O ato de perda de mandato de Juvenil será lido nesta tarde em plenário e o seu suplente será convocado para assumir a vaga.

estadao.com.br

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe