Por pbagora.com.br

A próxima bancada a ser formada na Câmara Municipal de Campina Grande nas eleições de 15 de Novembro, deve sofrer alterações significativas. A renovação na Casa, pode ficar acima dos 30%.

Dos 23 vereadores com assento na Casa de Félix Araújo, pelo menos, cinco já é certo que não retornarão para compor a próxima legislatura. Quatro deles, desistiram de tentar a reeleição em Campina Grande, e um deles, concorre na chapa majoritária.
O primeiro a anunciar a desistência foi João Dantas, antes mesmo do inicio da campanha eleitoral. Na semana passada, foi a vez do vereador Rodrigo Ramos (PSD), oficializar o anúncio da desistência para apoiar a candidatura de Fabiana Gomes, esposa do vereador Nelson Gomes, que disputa uma vaga no Legislativo. Rodrigo fez o anúncio acompanhado da mãe, a médica Francimar Ramos e do vereador Nelson Gomes (PSD).

Rodrigo está no segundo mandato e recentemente deixou a bancada de oposição e passou a militar na ala governista. Além de Rodrigo, não vão concorrer a mais um mandato este ano, o ex-presidente da Casa, o vereador Nelson Gomes , Joia Germano (PSDB) e João Dantas (PSD).

O vereador João Dantas, presidente municipal do PSD e líder do Governo na Câmara Municipal de Campina Grande foi o primeiro a anunciar a sua decisão de não disputar mais um mandato nas eleições de 15 de Novembro.

Ele alegou razões de ordem sanitária, de ordem familiar e disse que sentia que já havia cumprido o seu dever cívico e dever de cidadania, perante a cidade, com os cinco mandatos que exerceu na Casa de Félix Araújo.

“Eu estou no quinto mandato de vereador, acho que a honra já se sobrepõe a qualquer interesse de uma nova legislatura”, finalizou. Além do mais, o vereador Lucas Ribeiro (PP), é candidato a vice prefeito na chapa de Bruno Cunha Lima (PSD), e dependendo o resultado das urnas, também não volta para a Câmara de Vereadores.

Com a desistência desses vereadores, e a candidatura de Lucas a vice prefeito, aumentam as chances dos candidatos novatos realizarem o sonho de conquistar uma cadeira no Poder Legislativo mirim. Somando os votos desses cinco vereadores, obtidos no último pleito, pelo menos 12 mil eleitores deverão votar em outro parlamentar esse ano. Somente Nelson Gomes, teve mais de 4 mil votos nas últimas eleições, enquanto que Rodrigo Ramos, conquistou mais de 3.800 votos. João Dantas, também teve uma votação expressiva, superando os 3.600 votos, mesma votação de Joia Germano. São votos, preciosos em redutos importantes, que os concorrentes a uma vaga na Câmara Municipal, estão correndo atrás.

Além desses cinco vereadores, dois ex-vereadores de Campina Grande tiveram suas candidaturas impugnadas. São eles, Vaninho Aragão, que não teve o registro deferido devido à dupla filiação – Podemos e Pros), e ´Alcides da Weider´, por não ter prestado contas da candidatura anterior.

Até o começo da semana, já existiam 16 candidaturas indeferidas em Campina e sete desistências.

Severino Lopes
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vice-governadora comemora saldo do PDT nas urnas: “Crescemos quase 100%”

A vice-governadora Lígia Feliciano usou seu perfil numa rede social para agradecer o resultado alcançado pelo seu partido, o PDT, nas eleições do último domingo. De acordo com Lígia, a…

Opinião: a real “realidade” das desavenças com Cícero Lucena e Cássio

E o tribunal do júri está aberto. Os ex-governadores sabem perfeitamente como atingir à pessoa do outro. Falo de Cícero Lucena (PP) e Cássio Cunha Lima (PSDB). Ao que parece,…