Pela primeira vez o senador Cícero Lucena (PSDB) se posicionou sobre a filiação da ex-senadora Marina Silva ao Partido Socialista Brasileiro. Marina, que pretendia iniciar seu próprio partido, a Rede Sustentabilidade, não conseguiu o registro da legenda e poderá ser candidata a vice-presidente junto ao presidenciável Eduardo Campos (PSB).

Para Cícero Lucena, a filiação de Marina em nada influencia na estratégia política que será colocada em prática pelo PSDB. Ele assegurou que a preocupação do PSDB é oferecer uma alternativa para o povo brasileiro, tendo como nome o senador Aécio Neves.

– Todo mundo sabe que a razão dessa unidade foi a não criação da Rede Sustentabilidade da Marina Silva. Nós do PSDB estamos preocupados em oferecer uma alternativa para Brasil. Hoje, dentro do partido, essa alternativa é Aécio Neves, sem dúvidas – declarou o senador.

 

Em nível estadual, Cícero é um dos tucanos que defende a candidatura do senador Cássio Cunha Lima ao governo do Estado em 2014. Isso porque, caso Cássio seja candidato, Cícero terá mais chances de voltar a disputar o Senado. Com a manutenção da aliança entre PSDB e PSB, as suas chances praticamente desaparecem, visto que o candidato nesse cenário, seria o vice governador Rômulo Gouveia.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sem mandato, Cássio garante que continuará colaborando com a Paraíba e classifica como remota tese de disputar PMCG

Sem mandato há seis meses, o ex governador e ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), praticamente afastou a possibilidade de disputar a prefeitura de Campina Grande nas eleições do próximo…

Deputado explica motivos de críticas e nega afastamento político do prefeito Romero Rodrigues

Após formular críticas a gestão municipal por meio das redes sociais, o deputado federal Julian Lemos (PSL) afirmou que continua apoiando a administração do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues…