Por pbagora.com.br

O ministro Celso de Mello arquivou a Ação Cautelar (AC 2283) ajuizada pelo governador cassado da Paraíba, Cássio Cunha Lima, na tarde de ontem (18) no Supremo Tribunal Federal. Ele entende que não compete ao STF conceder medida cautelar para suspender efeitos de recurso extraordinário que ainda não foi analisado na origem, ou seja, neste caso, que não foi apreciado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Desembargador autoriza caminhadas, carreatas e passeatas de campanha em JP

Mesmo com a Paraíba ainda enfrentando uma pandemia, e os números de mortes causadas pela Covid-19, em estabilidade, o desembargador Joás de Brito, autorizou a realização de caminhadas, carreatas e…

Opinião: na roda-gigante da história, RC pode ser o Cícero de amanhã…

Quem não se lembra daquele que foi um dos mais perversos calvários da história política da Paraíba, em que o ex-senador e ex-governador Cícero Lucena padeceu a um verdadeiro massacre?!…