O ministro Celso de Mello arquivou a Ação Cautelar (AC 2283) ajuizada pelo governador cassado da Paraíba, Cássio Cunha Lima, na tarde de ontem (18) no Supremo Tribunal Federal. Ele entende que não compete ao STF conceder medida cautelar para suspender efeitos de recurso extraordinário que ainda não foi analisado na origem, ou seja, neste caso, que não foi apreciado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cássio garante que continuará colaborando com a PB e classifica como remota tese de disputar PMCG

Sem mandato há seis meses, o ex governador e ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), praticamente afastou a possibilidade de disputar a prefeitura de Campina Grande nas eleições do próximo…

RC denuncia que Bolsonaro parou bombeamento na Transposição e tacha presidente de mentiroso

Em entrevista concedida nesta sexta-feira (23) à emissora de rádio no Cariri paraibano, o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) denunciou que o presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) parou o bombeamento…