Por pbagora.com.br

O ministro Celso de Mello arquivou a Ação Cautelar (AC 2283) ajuizada pelo governador cassado da Paraíba, Cássio Cunha Lima, na tarde de ontem (18) no Supremo Tribunal Federal. Ele entende que não compete ao STF conceder medida cautelar para suspender efeitos de recurso extraordinário que ainda não foi analisado na origem, ou seja, neste caso, que não foi apreciado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

PB Agora

Notícias relacionadas

Opinião: Santiago se livra de constrangimento de ficar no PTB e vira ‘noiva cobiçada’ de partidos

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, atirou no que viu, e acabou acertando no que não viu. E, por tentar se adequar a cada governo que passa, agora caminha…

Opinião: Na Paraíba, donos de partidos não permitem o surgimento de novas lideranças

Os partidos no Brasil se transformaram em patrimônios de alguns, de famílias e de velhas raposas políticas. Na Paraíba, nem se fala… Aqui, quase todas as legendas pertencem a alguém. …