Eduardo Campos, governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB,
defendeu em Campina Grande pregou a integração das fronteiras dos Estados
do Nordeste para alavancar o seu desenvolvimento e atrair a presença do
Governo Federal. Para ele, é fundamental a união da classe política da
região para contribuir com esse crescimento e colocar a região como parte
integrada do projeto nacional. As propostas de Eduardo Campos foram
apresentadas, em Campina Grande, onde participou de um encontro, na
quarta-feira (23), à noite, com 400 empresários e na entrevista da
Associação Comercial e Empresarial de Campina Grande. Ele estava
acompanhado do governador da Paraíba, Ricardo Coutinho.

 

Eduardo Campos ressaltou que o Nordeste tem hoje uma geração de novos
quadros políticos, a exemplo do governador Ricardo Coutinho, que percebe a
necessidade de fazer parte do desenvolvimento do país. Ele acrescentou que
é preciso ter uma visão geral da região que não pode ser vista como um
problema para o país ou um celeiro de eleitores. “Nós somos solução e
queremos ser vistos como cidadãos que não querem privilégios, mas políticas
públicas de oportunidades. Pensar o nosso problema como um todo e tentar
buscar essas soluções é a nossa saída”, afirmou o governador pernambucano.

 

Para o líder socialista, o Nordeste tem pressa para crescer porque que a
região é responsável por 28% da população brasileira. “Nós somos 13,5% do
PIB brasileiro. Estudos do Banco do Nordeste mostram que se a região
continuar crescendo 2% acima da média nacional, durante mais de 20 anos,
nós vamos chegar a 75% da renda média brasileira. Por isso que nós temos
pressa, temos que usar a força política do Nordeste para fazer valer um
outro olhar de desenvolvimento regional, com política de integração que
possa fomentar a nossa expansão”, conclamou.

Também participaram do Jantar Empresarial o presidente da ACCG, Álvaro
Barros; o presidente da Federação das Associações Comerciais da Paraíba,
Alexandre Moura; o presidente da Fetag, Mário Borba; o prefeito Romero
Rodrigues; o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, entre
outras autoridades.

NOVO CONCEITO

Para o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, Eduardo Campos representa
uma geração que tem muito a dizer ao povo do Brasil. “Ele tem percorrido
esse país não em função dele nem sequer do PSB, mas de uma expectativa
muito grande que esse país possa gerar um novo tipo de debate , um novo
tipo de conceito para melhorar a condição de vida do país”, enfatizou.

Para Ricardo Coutinho, é possível promover a melhoria da população
agregando conhecimento, valores e inovações para que o país de um estágio
que já deu muito, mas que passe para outro patamar. “Eu acho que Eduardo
Campos é a pessoa talvez mais adequada e preparada para conduzir esse
processo”, concluiu Ricardo Coutinho.

 

Ascom

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputado confirma convite a governador João Azevedo para ingressar no PCdoB

Um dia após o governador João Azevedo anunciar a sua desfiliação do PSB, o deputado Inácio Falcão (PCdoB), convidou o chefe do executivo estadual para se filiar no partido comunista.…

Após ser cogitado em pesquisa, Cícero pode reavaliar candidatura à PMJP

O ex-senador Cícero Lucena, do PSDB, que até esses dias dizia que tinha saído da vida pública e não mais concorreria a nenhum cargo eletivo, viu o seu nome ser…