A Paraíba o tempo todo  |

“Cada um no seu quadrado”: enquanto Cássio apoia Doria como pré-candidato do PSDB a presidente, Pedro prefere Eduardo Leite

‘Cada um no seu quadrado’, essa expressão popular pode ser utilizada quando questionarmos a preferência para o cargo de presidente da República, entre o ex-senador e ex-governador Cássio Cunha Lima e seu filho o deputado federal Pedro Cunha Lima, ambos do PSDB. Cássio defende o nome do governador de São Paulo, João Dória, como pré-candidato do PSDB a presidente da República. Já o filho dele prefere o governador gaúcho, Eduardo Leite.

Está prevista para a próxima sexta-feira (15), a chegada à Paraíba do governador de São Paulo, que cumprirá agenda em Guarabira e João Pessoa. Camila Toscano, a anfitriã, também é pró-Dória, neste encontro também é previsto a chegada de Cássio.

Recentemente Doria disse em entrevista à imprensa que o ex-senador Cássio Cunha Lima terá seu apoio, caso decida disputar as eleições de 2022. Ele destacou que não pretende interferir no processo eleitoral da Paraíba, mas que não poderia furtar-se “a falar de um amigo”.

“Gosto muito do Cássio, é meu amigo e tenho enorme respeito, assim como tenho pelo Pedro e como tinha por Ronaldo. Tenho muita estima pelo Cássio e, se essa for a sua decisão, terá o meu apoio. Ele foi um grande senador, um grande governador e é uma pessoa de bem”, disse.

Já Pedro, recepcionou recentemente o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), à Paraíba. Para Pedro, Eduardo Leite seria o ponto inicial de uma readaptação do fazer gestão que se faz necessária no país com a fotografia de momento. “A gente precisa lidar com esse novo momento com muita eficiência de gestão para poder retomar a economia e gerar emprego e renda. Para superar todo esse processo que está posto e, com muita sinceridade, digo o quanto Eduardo Leite me representa nesse processo. Para trazer para a política esse dinamismo, essa vitalidade, esse olhar jovem, cabeça arejada. O governador Eduardo Leite faz uma política que me inspira, tanto pelo diálogo, quanto pelo respeito ao consensual”, enumerou.

Da Redação

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      14
      Compartilhe