Em sua primeira viagem ao Nordeste como presidente da República, Jair Bolsonaro voltou a fazer apelos aos governadores da região em prol da reforma da Previdência. Ele comentou também a declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, à revista Veja, na qual o chefe da pasta afirmou que deixa o governo caso a proposta enviada ao Congresso vire uma "reforminha".

"É um direito dele. Ninguém é obrigado a continuar como ministro meu. Logicamente ele está vendo uma catástrofe, é verdade, eu concordo com ele, se nós não aprovarmos algo realmente muito próximo ao que enviamos ao parlamento. O que Paulo Guedes vê, e ele não é nenhum vidente, nem precisa ser para entender que o Brasil vai viver um caos econômico sem essa reforma", destacou o presidente.

Bolsonaro está em Pernambuco para a aprovação do Plano de Desenvolvimento do Nordeste. Ele participou de uma reunião da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) com os governadores do Nordeste – região em que foi menos votado na eleição do ano passado – e de Minas. Ouviu pedidos de mais investimento no plano.

Ao pedir mais empenho deles na reforma, discurso que repete sempre que se encontra com eles e demais chefes dos Executivos estaduais, Jair Bolsonaro voltou a falar que a Previdência beneficiará não apenas as contas da União, mas também dos Estados e municípios, que enfrentam gravde crise financeira.

"Nós temos um desafio pela frente, e não é meu, é também dos senhores governadores e prefeitos. Independente da questão partidária, é a reforma da Previdência, sem a qual não podemos sonhar em botar em prática parte do que nós estamos acertando aqui nesse momento".

 

Congresso em Foco

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PL de Vené proíbe taxa diferenciada por curso em inscrição para vestibular

Comissão do Senado aprova projeto de Veneziano que proíbe taxa diferenciada por curso, em inscrição para vestibular A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal (CE) aprovou o…

“Não aceito essa intervenção no PSB”, dispara João Azevêdo

“Não aceito essa intervenção. Não aceito o presidente dissolver o diretório e depois ligar para mim para uma conversa”. A declaração foi dada nesta segunda-feira (19) pelo governador João Azevêdo…