Depois que o Governador José Maranhão nomeou o padre Nilson Nunes da cidade de Araruna como Secretário Executivo Estadual do Desenvolvimento Humano, o bispo da Diocese de Guarabira, Dom Lucena decidiu suspender o padre impedindo assim de fazer celebrações.

Segundo informações colhidas pelo PB Agora, Dom Lucena, chegou a advertir o padre que sua participação no governo representaria uma predileção política partidária por José Maranhão, contrariando o voto de fidelidade feito em sua ordenação.

Em 2008, o padre quase foi candidato a prefeito da cidade de Cacimba de Dentro, com total apoio do então Senador José Maranhão. As investiduras do padre/político Maranhista declarado e conhecido em toda região do Curimataú, tem sido alvo de crítica e denuncias de fiéis, por sua prática tendenciosa na cidade de Araruna.

O padre Nilson Nunes disse que vai comandar ao lado de Giucélia Araújo a política de inclusão social do Governo do Estado, executando ações que ajudarão a melhorar a qualidade de vida de milhares de paraibanos.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputada estadual exonera assessor acusado de assédio

A deputada estadual Doutora Paula (PP) exonerou um de seus assessores, após ele ser acusado de assédio sexual e de divulgar nas redes um vídeo íntimo da mulher assediada. O…

Luciano Cartaxo leva “puxão de orelhas” em público de Damião durante encontro

Um encontro em Brasília entre o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV) e bancada paraibana no Congresso Nacional, na última terça-feira (8),  resultou num puxão de orelha para o…