Por pbagora.com.br

 O deputado federal deputado Benjamin Maranhão, garantiu que o partido Solidariedade não tem pressa em se posicionar quanto à sucessão estadual na Paraíba e vai escolher de forma pragmática.

Em entrevista à Rádio Caturité em Campina Grande, Benjamin Maranhão, presidente da legenda no Estado, disse que prevalecerá oportunamente na escolha a coligação proporcional que melhor ofereça chances de viabilizar a sua recondução à Câmara Federal.
Benjamim que disputará a sua reeleição de deputado federal, admitiu uma composição com o bloco formado pelo PT, PP e PSC e até mesmo com o governador Ricardo Coutinho (PSB), adversário político de seu tio, o ex-governador José Maranhão (PMDB). “Quando criamos o Solidariedade foi justamente para ter liberdade, nem eu tenho obrigação de votar no candidato da oposição, nem no candidato do governo, nós vamos trabalhar isso com tranquilidade”, falou.

Ele garantiu que ainda não conversou com o governador Ricardo Coutinho sobre política, mas deu a entender que as portas para o chefe do Executivo Estadual não estão fechadas. O deputado também deixou transparecer que o Solidaridade está aberto para conversar com o pré-candidato a governador Veneziano Vital do Rêgo (PMDB). Como ex-peemedebista, Benjamim disse que tem boa relação com o PMDB e por isso, pode sim, compor uma aliança com o partido. Prova disso é que o presidente da comissão provisória da legenda em Campina Grande, é o vereador Rodrigo Ramos, aliado de Veneziano.

“Todas as possibilidades estão abertas, o que nós queremos é que haja uma solução para a Paraíba que venha a conciliar o interesse do povo e que o estado venha ganhar um desenvolvimento concreto”, finalizou

Severino Lopes

PBAgora

Notícias relacionadas

Ao PB Agora, Ludgério fala sobre pós covid e faz desabafo: “Estou renascendo”

Ter se curado da Covid-19 não significou o fim da luta contra a doença para o deputado estadual Manoel Ludgério (PSD). Ele foi diagnosticado com o vírus no começo de…

Maioria do STF mantém suspensão das condenações de Lula na Lava-Jato

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu manter a suspensão dos processos relacionados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que tramitavam na 13ª Vara Federal de…