Por pbagora.com.br

LEILÃO? A política está aquecida pelo prazo que as legendas têm para firmarem suas alianças e composições e o presidente do Solidariedade, o deputado federal Benjamin Maranhão não corre contra a maré.

O líder partidário confirmou que está tendo conversas políticas com diversas legendas e recentemente com o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), onde foram colocadas as cartas na mesa, mas nada de definições.

 

A quem diga que as estratégias são fortes para que a legenda emplaque vagas na Assembleia Legislativa e renove pelo menos a sua vaga no Congresso Nacional. No entanto, novos horizontes estão no pensamento de Benjamin que tem lutado com unhas e dentes pelo espaço do partido nas gestões municipais e estadual.

 

Para o deputado federal a decisão do caminho a seguir vai ser definido e acompanhado pela maioria da legenda, fato que deve unir os filiados numa só escolha e voto.

 

 "Eu acredito que os partidos que estão priorizando as candidaturas proporcionais para eleger suas bancadas na Assembleia e Câmara Federal tem que ter um horizonte maior para observar neste momento. Aguardar a decisão de outros para garantir a eleição e unir as bases. Eu vou tomar a decisão de maneira muito serena e definitiva. O que eu garanto é que não vou ficar pelo meio do caminho. A nossa decisão de apoiar a candidatura de governador e senador vai valer e vou levar comigo a maioria do partido. Eu não vou tomar uma decisão isolada da legenda".

 

Sobre prazos, o líder partidário não determinou uma data, mas definiu que não vai ser de última hora.

 

 "Nós vamos tomar uma decisão que não vai ser de última hora, mas também vai ser bem pensada, com muito equilíbrio. Vamos tomar uma decisão que esteja amadurecida, mas que não seja de última hora. 

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Sem unidade, esquerda pode ficar fora do 2º turno em 2022

O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores na Paraíba, Jackson Macedo, disse em entrevista a imprensa que os partidos do chamado campo democrático podem ficar de fora de um possível…

Condenações de Lula anuladas: “Decisões jurídicas devem ser respeitadas”, diz deputado paraibano do PSDB

Opositores e aliados de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) repercutiram o recente julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal) que confirmou, por 8 votos a 3, a anulação de todas…