Um áudio atribuído ao deputado estadual Wallber Virgolino vem sendo bastante repercutido desde essa terça-feira (12) através das redes sociais e aplicativos de conversa.

Nele, Virgolino revela uma suposta postura contrária do parlamentar com relação a redução da Verba Indenizatória de Apoio Parlamentar (VIAP) aprovada pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), na segunda-feira (11) e diz que a redução teria lhe prejudicado pois agora ele não poderia “gastar com tranquilidade”.

A verba de gabinete à disposição dos parlamentares havia sido reajustada para R$ 40 mil em setembro do ano passado, passando a ser paga a partir de fevereiro deste ano e com o corte, voltou a ser de R$ 25 mil mensais.

“Pra mim foi uma merda isso aí. Quebrou minhas pernas. Tirou de um canto que eu podia gastar e botou em outro, que eu não posso gastar com a tranquilidade que eu gastava no outro” revela trecho do áudio.

OUÇA:

Logo após toda a repercussão negativa, Wallber atribuiu as denúncias a pessoas ligadas à Operação Calvário e colocou a culpa nas fake news.

“O áudio está fora de contexto, deturpado, cortado. Eu não vou mais me alongar nesse assunto que é sem pé e nem cabeça” justificou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João explica como funcionará sistema de bandeiras com parâmetros na PB

Em live realizada na noite deste domingo (31), o governador João Azevêdo (Cidadania) anunciou a intenção do Governo do Estado em fazer a retomada gradual da economia, mas de forma…

João diz que não está preocupado com eleições: “Prioridade é salvar vidas”

O governador João Azevêdo disse, agora há pouco, antecedendo a Live que fará às 18h00 deste domingo em seus canais nas redes sociais, quando irá detalhar os novos decretos e…