O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), durante entrevista à rádio Sanhauá AM, na tarde desta sexta-feira (13), adotou o discurso de falta de provas para se defender das acusações que recaem sobre ele no âmbito da Operação Calvário.

Na entrevista Ricardo tachou como “mentira total” tanto as acusações de Daniel da Cruz Vermelha, como dos delatores da Operação, entre eles Livânia Farias e Ivan Buruty.

Comparando a operação realizada na Paraíba, com a Lava Jato, Ricardo adotou o mesmo discurso de falta de provas adotado pelo ex-presidente Lula.

“Estou sendo acusado injustamente. Daniel representava a Cruz Vermelha portanto eu tinha que falar com ele. Com relação à mesada isso é mentira total, um absurdo. Eu sou um cara correto. É mentira quando diz que eu fui pro carnaval, fui pra Búzios, eu nunca fui. Diz que fui pra o Rock in Rio eu nunca fui. Eu não pedi ingresso, eu disse que eu iria. Assassinam-se reputações e quando você olha, cadê a prova disso? declarou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Deputado do PSD explica motivos para manter candidatura mesmo após Kassab ‘incendiar’ a base governista em CG

O deputado e vice-presidente estadual do PSD, Manoel Ludgério, reafirmou em entrevista a TV Itararé que mantem a sua candidatura a Prefeitura de Campina Grande, mesmo após as declarações do…

Apesar de decisão do STF e comemoração de aliados, prefeito flagrado com dinheiro na cueca segue preso

O prefeito da cidade de Uiraúna, João Bosco Fernandes (PSDB) segue preso mesmo após o STF ter determinado a sua soltura mediante o pagamento de fiança estipulada em R$ 522…