Por pbagora.com.br

 Depois da adesão do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) nesta sexta-feira
(23), o vice-governador e pré-candidato ao Senado, Rômulo Gouveia (PSD), e
o governador Ricardo Coutinho (PSB), pré-candidato a reeleição, se reuniram
para avaliar o cenário e discutir novas adesões ao projeto dos dois para as
eleições de outubro.

 

Durante o almoço, Ricardo Coutinho reafirmou que o espaço de senador na
coligação encabeçada pelo socialista será do presidente estadual do PSD.
Rômulo também reafirmou a aliança de seu partido com o PSB.

 

Por conta da aproximação de várias lideranças com o governador visando uma composição de aliança em decorrência das eleições deste ano, alguns paraibanos passaram a questionar a possibilidade de Rômulo Gouveia ter o mesmo destino do senador Cícero Lucena (PSDB), que corre o risco de ter a sua candidatura “rifada” pelos tucanos. Mas, declarações de Rômulo e do próprio governador Ricardo Coutinho garantem que a sua decisão de disputar uma vaga no Senado Federal é irreversível. 

 

Aadesão do PCdoB a Rômulo e Ricardo aconteceu durante encontro estadual do partido que no auditório
da sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PB) no centro de João Pessoa.

Redação

 

Notícias relacionadas

Condenações de Lula anuladas: “Decisões jurídicas devem ser respeitadas”, diz tucano da PB

Opositores e aliados de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) repercutiram o recente julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal) que confirmou, por 8 votos a 3, a anulação de todas…

2021: governo gasta 12 vezes menos com pandemia nos primeiros 100 dias

O gasto do Poder Executivo no combate à pandemia de coronavírus nos 100 primeiros dias deste ano é 12 vezes menor do que a média de 2020. Até o último…