Por pbagora.com.br

O ex-deputado estadual, Anísio Maia (PT), que provavelmente retornará à Assembleia Legislativa da Paraíba no próximo mês, falou com exclusividade ao PB Agora.  Por telefone, ele agradeceu o gesto do seu colega, Genival Matias (Avante), que confirmou seu afastamento da Casa, por licença sem vencimento, a fim de abrir vaga para o petista. A licença deverá ser efetivada a partir do dia 1º de Maio, dia do Trabalhador.

Ele confidenciou que já conversou com o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB), referindo-se ao parlamentar como “uma pessoa que tenho muito apreço, ele é muito receptivo e não há nenhum problema entre nós”. Indagado sobre sua futura postura na Casa, ele preferiu ser comedido, informando “que essas coisas a gente só pode falar depois que assumir”.

ALIANÇA COM PSB

Sobre sua ótica política em relação ao governo do Estado, Anísio Maia salientou a boa relação que nutre com João Azevêdo (PSB), e outras figuras que atuam nas hostes socialistas. 

“Meu posicionamento a favor do governo ninguém tem dúvidas. Não por ser deputado ou não. Eu sou governo de uma aliança histórica com o PSB e o PT da Paraíba. Deu um projeto político que já enfrentou o Impeachment da presidente Dilma. Que vem enfrentando Bolsonaro. Que apoiou Haddad. Que apoiou Ricardo (Coutinho), que apoiou João (Azevêdo). Esse é meu posicionamento”, observou.

MAIS DE 23 MIL VOTOS

Sobre não ter sido eleito, Anísio Maia classificou a situação como uma injustiça, reportando-se ao quoeficiente eleitoral, que, na sua avaliação, prejudicou o Partido dos Trabalhadores. “O PT teve voto. Eu tive votos, e não consegui a vaga”, explicou o ex-deputado, que hoje ocupa a primeira suplência da sua coligação.

“Eu tive 23 mil votos. Tive mais votos que muita gente que está lá, e não entrei. Então isso é uma injustiça e um azar grande”, falou Anísio Maia, não escondendo certa dor pela não eleição.

PRISÃO DE LULA

Quanto ao cenário nacional, ele demonstrou irritabilidade com o Judiciário.“Eu não acredito mais nesse STJ, Supremo. Nenhum deles”, após explanar que a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi um ato injusto.  

 

Eliabe Castor
PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mourão reafirma apoio do PRTB a Cícero e deve participar da campanha em JP

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), admitiu, ontem (21), durante o programa Frente a Frente, da TV Arapuan, participar de forma mais direta da campanha de Cícero Lucena (Progressistas)…

PT Nacional comunica ao TRE-PB decisão de anular candidatura de Anísio

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) confirmou nesta segunda-feira (21) que a direção nacional do PT comunicou a decisão de anular a parte da convenção que escolheu Anísio Maia…