O ex-deputado estadual, Anísio Maia (PT), que provavelmente retornará à Assembleia Legislativa da Paraíba no próximo mês, falou com exclusividade ao PB Agora.  Por telefone, ele agradeceu o gesto do seu colega, Genival Matias (Avante), que confirmou seu afastamento da Casa, por licença sem vencimento, a fim de abrir vaga para o petista. A licença deverá ser efetivada a partir do dia 1º de Maio, dia do Trabalhador.

Ele confidenciou que já conversou com o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB), referindo-se ao parlamentar como “uma pessoa que tenho muito apreço, ele é muito receptivo e não há nenhum problema entre nós”. Indagado sobre sua futura postura na Casa, ele preferiu ser comedido, informando “que essas coisas a gente só pode falar depois que assumir”.

ALIANÇA COM PSB

Sobre sua ótica política em relação ao governo do Estado, Anísio Maia salientou a boa relação que nutre com João Azevêdo (PSB), e outras figuras que atuam nas hostes socialistas. 

“Meu posicionamento a favor do governo ninguém tem dúvidas. Não por ser deputado ou não. Eu sou governo de uma aliança histórica com o PSB e o PT da Paraíba. Deu um projeto político que já enfrentou o Impeachment da presidente Dilma. Que vem enfrentando Bolsonaro. Que apoiou Haddad. Que apoiou Ricardo (Coutinho), que apoiou João (Azevêdo). Esse é meu posicionamento”, observou.

MAIS DE 23 MIL VOTOS

Sobre não ter sido eleito, Anísio Maia classificou a situação como uma injustiça, reportando-se ao quoeficiente eleitoral, que, na sua avaliação, prejudicou o Partido dos Trabalhadores. “O PT teve voto. Eu tive votos, e não consegui a vaga”, explicou o ex-deputado, que hoje ocupa a primeira suplência da sua coligação.

“Eu tive 23 mil votos. Tive mais votos que muita gente que está lá, e não entrei. Então isso é uma injustiça e um azar grande”, falou Anísio Maia, não escondendo certa dor pela não eleição.

PRISÃO DE LULA

Quanto ao cenário nacional, ele demonstrou irritabilidade com o Judiciário.“Eu não acredito mais nesse STJ, Supremo. Nenhum deles”, após explanar que a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi um ato injusto.  

 

Eliabe Castor
PB Agora

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: RC não se aproximará de Cartaxo, pois o antagonismo de ideias sepulta relações políticas

E permanece assim: “Que nenhum homem bom deve mentir”. Dessa forma, o filósofo católico Santo Agostinho, em sua obra intitulada “Sobre a Mentira”, asseverou com a mais pura razão o…

TSE decide que candidaturas laranjas levam à cassação de toda a chapa

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu na noite de hoje que a presença de candidaturas laranjas para fraudar a cota mínima de candidatas mulheres deve levar à cassação de toda…