Por Wellington Farias
 
 

Há casos em que a imprensa se faz inútil, ou simplesmente presta um desserviço aos consumidores de informação.

Em situações bastante delicadas, inclusive, em que o povo merece e precisa ser corretamente informado.

Um deles vivemos agora e é emblemático: você que acompanha o noticiário sobre o estado de saúde do senador José Maranhão (MDB), sabe nos dizer – com alguma precisão – como ele está?

Não, não sabe. A menos que tenha algum trânsito com a família, seja próximo dos seus parentes ou da equipe médica que cuida dele.

Excessos
Neste caso, particularmente, a imprensa tem cometido seus excessos. Ora de zelo desmedido, ora de irresponsabilidade na prestação de informações.

Neste contexto de informações desencontradas, já lemos manchetes dando o Maranhão como morto, como também outras que atendiam ao zelo da família do ex-governador com a imagem da matriarca. O que é perfeitamente compreensível, sobretudo depois da falsa notícia de que ele teria morrido.

Em tempo: no mesmo período, a imprensa noticiou, pelo menos por duas vezes, a morte do cantor Genival Lacerda, que na verdade só viria a ocorrer muito tempo depois.

Precisa

A imprensa tem o dever de, rigorosa e respeitosamente, levar ao público a informação correta do que está acontecendo com um dos maiores líderes políticos da Paraíba. Até mesmo porque os seus eleitores, seus admiradores, enfim seus ex-governados, querem saber da real situação em que ele se encontra.

Pois bem. Esta semana lemos manchete do tipo “José Maranhão está curado da Covid-19, mas continua internado aguardando equipamentos vindos da Itália”.

Curado, como assim, se ainda está internado, intubado e até aguardando a chegada de equipamentos do exterior?

Finalmente, na tarde desta quarta-feira (13) tivemos uma informação correta postada aqui, no PBAgora.com.br, com base em um boletim médico transcrito na íntegra, informando que Zé Maranhão continua internado em UTI, com insuficiência respiratória devido a Covid-19, sedado etc. e tal.

Ora, quem está em tal estado, jamais esteve curado, como foi noticiado no dia anterior.
Esperamos, entretanto, que o nobre senador e ex-governador se recupere o quanto antes e volte ao cenário da política, com êxito total.

 
 

Por Wellington Farias

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Justiça decreta bloqueio de bens de ex-presidente da Câmara de Cabedelo

A 4ª Vara Mista de Cabedelo deferiu a liminar requerida pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) e decretou a indisponibilidade dos bens até o limite de aproximadamente R$ 801 mil…

Twitter diz que post de Bolsonaro sobre ‘tratamento precoce’ da Covid viola regras

Rede social colocou alerta sobre ‘publicação de informações enganosas’. Este tipo de medida restringe a circulação do tuíte, mas ele continua disponível na rede social. O Twitter colocou por volta…