Um dos participantes da missa de Ação de Graças pela posse do governador há um mês, o deputado estadual Guilherme Almeida (PSB) evidenciou para a imprensa, pouco antes de José Maranhão chegar à Catedral Basílica Nossa Senhora das Neves, na manhã desta sexta-feira, sua impaciência em relação à  nomeação como secretário de Interiorização do Estado. Assegurou estar “preparado”, disse não entender “o porquê de tanta demora” e estendeu já para a próxima semana o prazo que projeta para assumir o cargo.

Minutos depois, após chegar à Basílica, Maranhão frustrou todas as expectativas de Almeida: deixou claro que nem tão cedo o impasse se resolverá.

– Estamos ainda em processo de negociação – anunciou o governador, que chegou atrasado em uma hora e meia à própria missa que encomendou. Demonstrando impaciência, José Maranhão não quis dar qualquer sinalização positiva às expectativas de Guilherme Almeida, muito menos estabelecer prazos para resolução da pendência que já está completando um mês.

O principal ponto do impasse na nomeção de Guilherme Almeida é o “cartão vermelho” dado pelo prefeito Ricardo Coutinho, presidente estadual do PSB, para que qualquer deputado do partido assuma cargo no Governo do Estado. Através de uma resolução, que é questionada em sua autenticidade pelo próprio Guilherme, Ricardo quer impedir de toda forma que sua arquirrival Nadja Palitot, suplente da legenda, assuma assento na Casa Legislativa.

Indicado pelo prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), de Campina Grande, onde está sediada a Secretaria de Interiorização, Guilherme Almeida sofre também a infeliz circunstância de estar em meio a uma guerra não declarada entre Ricardo Coutinho e seu padrinho político, dentro do processo sucessório de 2010.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente da ALPB e líder do Governo atribuem a Cabo Gilberto tática para embargar votações

Em entrevista a imprensa o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba deputado Adriano Galdino e o líder do Governo, deputado Ricardo Barbosa, ambos do PSB, reclamaram da tática utilizada semana…

Congresso avalia abertura do setor de saneamento à iniciativa privada

Na tentativa de reverter os baixos índices de acesso a água e esgoto tratados no país, o Congresso virou palco de uma disputa de projetos para mudar as regras para…