Vice-presidente do PP da Paraíba, deputado estadual Aguinaldo Ribeiro negou veementemente, na noite desta quinta-feira (19) que estaria aderindo à base de sustentação do governador José Maranhão (PMDB), recém-empossado no lugar do governador cassado Cássio Cunha Lima (PSDB).

“Não conversei com ninguém e ninguém tem procuração para falar em meu nome”, disparou Aguinaldo Ribeiro. Ele disse que o PP vai fazer oposição ao governo Maranhão. “Infelizmente, foi o TSE que decidiu qual posição o PP deve ficar: na oposição”, completou.

O deputado, que estava na Secretaria de Ciência e Tecnologia, Recursos Hídricos e Meio Ambiente, retornar à Assembléia logo após o Carnaval.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: do início da história política até o isolamento de Cartaxo e a decisão do Avante em conversar com os prefeitáveis de JP

A história da humanidade foi forjada por alianças sólidas entre tribos outrora nômades, grandes impérios como o Romano e Egípcio, passando pelos gregos, esses considerados como berço da civilização moderna.…

Opinião: guardiãs da democracia nutriram a ‘cobra’ chamada Bolsonaro

As instituições responsáveis por salvaguardar o estado democrático de direito vacilaram, por completo, ao não reagirem desde há muito contra os arroubos hostis à democracia manifestados por Jair Bolsonaro. Não…