Por pbagora.com.br

A presidenta Dilma Rousseff (PT) anuncia na próxima terça-feira (18), em João Pessoa, novos investimentos em mobilidade urbana para o estado da Paraíba. A informação foi confirmada há pouco pelo ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP). A cerimônia marcará o repasse de recursos para as obras selecionadas pelo Pacto da Mobilidade Urbana. Todos os detalhes da agenda serão divulgados nos próximos dias pelo Gabinete da Presidência da República

 

 

""“É um momento muito importante para a Paraíba e a nossa presidenta Dilma estará mais uma vez na nossa terra para trazer boas novas, dessa feita com o anúncio da nova etapa de obras voltadas para a mobilidade urbana na nossa Paraíba, especialmente para João Pessoa”, frisou o ministro paraibano, acrescentando que:

“Na próxima terça a partir das 14h, a nossa presidenta estará em solo paraibano, fazendo este anúncio, nós estaremos juntos vivendo mais um momento importante para nossa querida Paraíba”, destacou Ribeiro que é vice-presidente do Partido Progressista em âmbito estadual.

 

É válido lembrar que a presidenta Dilma Rousseff disse na última segunda-feira (10) que o governo federal, em parceria com estados e municípios, está investindo R$ 143 bilhões em mobilidade urbana em todo o país. No seu programa semanal Café com a Presidenta, Dilma também informou que o investimento contempla mais de 3,5 mil quilômetros em transporte coletivo, que incluem metrôs, trens urbanos, monotrilhos, veículos leves sobre trilhos (VLTs), além dos corredores de ônibus.

 

PB Agora com Assessoria

Notícias relacionadas

Sem unidade, esquerda pode ficar fora do 2º turno em 2022

O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores na Paraíba, Jackson Macedo, disse em entrevista a imprensa que os partidos do chamado campo democrático podem ficar de fora de um possível…

Mesmo sob novo comando, CMCG é criticada por ‘dormir nas suas atribuições’

A mudança de comando na presidência da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) em nada alterou o andamento do trabalho legislativo. Pelo menos é essa a percepção do vereador Olímpio Oliveira…