DESDOBRAMENTO: Agra desautoriza Roseana a falar em nome do grupo e Bira lamenta postura da ex-auxiliar

O ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, que também é presidente do Partido Ecológico em João Pessoa, desautorizou a ex-secretária de saúde, Roseana Meira (PEN) a se pronunciar em nome do grupo dirigido por ele.

O ex-gestor tomou a decisão depois da troca de farpas protagonizado por Meira e rebatido pelos vereadores da base de Cartaxo na Câmara Municipal de João Pessoa no dia de ontem. O vereador Fernando Milanez (PMDB), por exemplo, chegou a sugerir que o prefeito Luciano Cartaxo ‘colocasse para fora do Governo todos os aliados do ex-gestor da Capital.

Informação obtida pela reportagem do PB Agora dá conta que Agra e Roseana Meira tiveram uma conversa prolongada sobre o assunto, com o ex-gestor deixando claro que qualquer posicionamento da ex-secretária seria uma expressão individual e não representava o pensamento do grupo.

Na manhã de hoje o vereador Bira Pereira (PT), em pronunciamento na tribuna da Câmara ratificou a informação repassada ao portal PB Agora classificando como lastimável as atitudes da ex-gestora, e garantindo que ela não fala nem pelo ex-prefeito Luciano Agra, nem por seu aliados.

"Isso acaba se tornando um debate pequeno, por que, a ex-secretária Roseana tem seus méritos, sua gestão tem seus êxitos, mas agora é a vez do secretário Adalberto Fulgêncio, que tem feito um ótimo trabalho. Então os dois contribuíram e contribuem para a melhoria da Saúde da Capital, por isso que é um debate pequeno", declarou Bira.

O vereador garantiu ainda que as declarações de Roseana não atrapalham a relação entre os Lucianos (Cartaxo e Agra), muito menos o governo. "Cria arestas, mas não atrapalha".

Bira disse ainda que o recado de Agra sobre a desautorização de Roseana Meira para falar sobre o assunto foi categórico: “O tom de critica declarado pela secretária não é o meu posicionamento nem sobre a gestão da saúde, nem sobre a gestão do prefeito Luciano Cartaxo”, disse Agra

Os vereadores Bruno Farias e Raíssa Lacerda saíram em defesa de Luciano Agra e disseram que o ex-gestor não pode ser responsabilizado pelas declarações da ex-secretária de saúde Roseana Meira.

 

Henrique Lima/ Márcia Dias


PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: o Brasil está à beira de uma guerra civil, cujo ódio é ‘plantado’ por Bolsonaro que usa o povo como pólvora

A tarde já findava. Precisei ir à farmácia, mesmo com certo cansaço em decorrência do corpo debilitado pela Covid-19. Embora os sintomas tenham cessado, o corpo ainda está debilitado. Pois…

João diz que não está preocupado com eleições: “Prioridade é salvar vidas”

O governador João Azevêdo disse, agora há pouco, antecedendo a Live que fará às 18h00 deste domingo em seus canais nas redes sociais, quando irá detalhar os novos decretos e…