Por pbagora.com.br

Em Bayeux, uma ação popular deve pedir na Justiça a suspenção do pagamento do salário do prefeito afastado, Berg Lima. Berg foi preso em julho do ano passado por suspeita de corrupção.

Um ato público deve acontecer na próxima quinta-feira (24), em frente à Câmara de Vereadores, com o intuito de coletar assinaturas para a ação. Berg segue recebendo um salério de R$  20 mil todo mês.

Para o idealizador da ação popular, Léo Micena, a população não pode aceitar que o prefeito afastado continue recendo seu salário. “Quantas ruas poderiam ser calçadas, quantos medicamentos poderiam estar à disposição do povo e a merenda para as crianças nas creches. Ou seja, Bayeux já perdeu quase R$ 200 mil com essa imoralidade. Chegou a hora de reagir”, disse.

Os manifestantes também devem protestar por novas eleições no município de Bayeux.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Emenda de Daniella Ribeiro vai beneficiar profissionais do setor de eventos no Pronampe

Pedido de inclusão vai permitir acesso a crédito para quem trabalha na área; PL segue para sanção presidencial Uma emenda apresentada pela senadora Daniella Ribeiro permitirá que profissionais do setor…

Mais 6 prefeitos declaram apoio a pré-candidatura de Efraim ao Senado

Seis dos prefeitos que estiveram em reunião com o deputado Efraim Filho hoje em Brasília declararam apoio a sua candidatura ao Senado Federal nas eleições de 2022. São eles Espedito…