Por pbagora.com.br

Em entrevista a imprensa paraibana deputado federal Efraim Filho (Democratas) anunciou que irá deixar a coordenação da bancada federal da Paraíba, nós próximos dias. Os membros da bancada paraibana afirmaram que ainda não foi discutido um novo nome para ocupar a função.

O democrata paraibano respondeu pela bancada federal paraibana durante o biênio 2019-2020. “A tradição é que haja rodízio. Agora, vai depender dos membros da nossa bancada federal fazer a escolha”, disse. De acordo com o deputado federal Frei Anastácio (PT), as discussões em volta de uma nova coordenação devem começar apenas depois da eleição da mesa diretora da Câmara dos Deputados. “Não temos um nome ainda. Eu não fui abordado por ninguém da bancada, principalmente diante das circunstâncias em que estamos trabalhando, com o trabalho remoto. É normal que a liderança dos estados comece a ser discutida depois da eleição da mesa”.

Na opinião do parlamentar, o revezamento entre os deputados é a melhor opção para a liderança da bancada. “É importante ter essa mudança, porque o líder tem o papel de acompanhar as ações da Câmara, é uma responsabilidade maior. Eu advogo para que haja um revezamento. Quando há um revezamento, há uma maior participação da bancada e mais interação de todos nas questões”, afirmou.

Em recente entrevista Efraim Filho (DEM), além de reafirmar a parceria com o governador João Azevêdo (Cidadania), garantiu que o chefe do Executivo paraibano pode contar com a bancada federal como uma forte interlocutora em Brasília.

De acordo com Efraim Filho, o objetivo do parlamento é garantir à Paraíba mais recursos e mais investimentos, reforçando inclusive a luta contra os efeitos da covid-19 no estado. “Só agora no final do ano foram R$ 25 milhões junto ao Ministério da Saúde para reforçar o caixa do governo no combate à pandemia. Como coordenador da bancada federal da Paraíba temos deixado as portas abertas e as mão estendidas para junto com o governador João Azevêdo buscar os recursos que são necessários”, declarou o parlamentar.

O coordenador da bancada federal da Paraíba em Brasília, acrescentou ainda que, principalmente, durante o atual momento de crise sanitária global, é importante que a Paraíba possa contar com todo o apoio disponível para que o sistema de saúde possa suportar toda essa cobrança e demanda. “É preciso monitores, respiradores, hospitais com plantões cada vez mais atentos a essa realidade. A Paraíba conseguiu atravessar 2020 sem ter tido um colapso no sistema de saúde, como vimos em outros estados e em outros países. A Paraíba tem trabalhado sério nessa situação”, destacou Efraim.

Redação

Notícias relacionadas

OUÇA: Jackson Macêdo vê tentativa de livrar Moro em decisão de Fachin

Presidente do PT na Paraíba, Jackson Macêdo se manifestou sobre anulação das condenações do ex-presidente Lula no âmbito da Lava Jato. A decisão é do ministro Edson Fachin, relator da…

Câmara de João Pessoa volta às sessões remotas por conta do avanço da covid-19

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) passará a ter sessões e reuniões de comissões de apenas remotas a partir desta terça-feira, 9. A medida foi adotada pelo presidente da…