A cada dia que passa eu fico mais convencido de que a política na nossa Paraíba é mesmo hilária – infelizmente. Isso porque, enquanto os atores brigam, brincam, se divertem, a população fica cada vez mais prejudicada.

Todos lembram que, no início do governo de José Maranhão, em fevereiro do ano passado, aliados do ex-governador Cássio Cunha Lima – e até mesmo o próprio Cássio – diziam que Maranhão estava recebendo o novo Hospital Regional de Emergência e Trauma de Campina Grande praticamente concluído. Cássio, em discurso, disse por
diversas vezes, na última campanha, que o hospital tinha mais de 90 das obras concluídas.

Durante a campanha, também, aliados cassistas cobravam a inauguração do hospital, questionando o porquê de José Maranhão não inaugurá-lo, pois já estava pronto para funcionar e o seu não funcionamento prejudicava o povo.

Pois não é que agora estes mesmos aliados dizem que o hospital não está pronto, que não tem condições de funcionamento e coisas do tipo… Diante disso, é de se perguntar: e a população, onde fica? Ricardo Barbosa chegou a questionar: ‘porque tanta pressa em inaugurar o hospital?’ Ouso até a responder: porque tanta pressa? Deputado: a população pede pressa, a população precisa do hospital o mais rápido possível.

E tem mais: a população não quer saber se o hospital foi construído por Cássio ou por Maranhão. A população quer o serviço em seu benefício. Portanto, frases como as que escutei nas emissoras de rádio de Campina nos últimos dias, a exemplo de “Maranhão quer inaugurar o hospital de Cássio” ou “Cássio quer para si a paternidade do hospital de Maranhão” ou até mesmo “este será o hospital de Ricardo” soam como oportunistas e totalmente desnecessárias.

A história da destinação das emendas para Campina Grande – que, claro, será alvo de comentário meu aqui neste espaço, é só aguardar – segue a mesma linha, com a cidade perdendo emendas de parlamentares que foram muito bem votados em Campina, diga-se de passagem, destinando suas emendas para João Pessoa – nada contra a capital, não me entendam mal – e até mesmo para Pernambuco – nada contra o estado vizinho também.

Eu só acho – e todos devem concordar comigo – que João Pessoa e Pernambuco já tem seus representantes, que, inclusive, destinaram suas emendas para a capital. O pior é que o motivo alegado por quem não destinou as emendas para Campina é a questão política mesmo – nem isso foi disfarçado. Pena…

Meu Deus, até quando teremos esse tipo de coisa na nossa Paraíba cansada de guerra?

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Lula pede que STF compartilhe as conversas da Vaza Jato

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apresentou nesta terça-feira (13) um habeas corpus para que o ministro do STF Alexandre de Moraes divulgue as conversas em…

Duelo dos girassóis: foi deflagrado o rompimento do grupo político de RC e João

Fontes palacianas informaram ao PBAGORA que o caminho é sem volta. “Está rompido”, disse um interlocutor que não quis se identificar, referindo-se ao rompimento entre o ex-governador Ricardo Coutinho e…