A Paraíba o tempo todo  |

Segurança realiza força-tarefa para combater crimes no Litoral Sul

PUBLICIDADE

Uma força-tarefa formada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Sesds), com a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, e ainda Secretaria de Administração Penitenciária, está reforçando as ações de enfrentamento da criminalidade no Litoral Sul da Paraíba. Na tarde dessa terça-feira (28), o secretário da Sesds, Jean Nunes, esteve na cidade de Conde com comandantes dos órgãos operativos visitando unidades e realizando patrulhamento. O trabalho conta com o efetivo local, grupos especializados e delegacias especializadas, Grupamento Tático Aéreo (GTA), abrangendo prevenção e repressão nas áreas urbana, rural e a orla de todo o Litoral Sul.

Segundo Jean Nunes, a força-tarefa vai atuar até o fim do ano, podendo ser estendida em 2022. “Estamos aqui empenhados, cada um nas suas atribuições, mas fazendo um trabalho integrado, a partir do pleito das autoridades dessa região, a exemplo da prefeita de Conde. Ela esteve com o governador, que determinou providências por parte da Segurança. Já tivemos em outras áreas que necessitaram desse reforço, dessa atenção, e agora é o Litoral Sul. Vamos trazer mais tranquilidade aos que já moram aqui e aos que trabalham com o turismo”, frisou. As ações abrangem as cidades de Caaporã, Alhandra, Conde, Pitimbu e Pedras de Fogo, e beneficiam uma população superior a 115 mil pessoas.

Além do secretário Jean Nunes, e do secretário da Administração Penitenciária, Sérgio Fonseca, estiveram presentes na operação o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, o delegado-geral de Polícia Civil, André Rabello, além dos comandos regionais das forças de Segurança. A prefeita de Conde, Karla Pimentel, acompanhou os trabalhos na praia de Jacumã, assim como o deputado federal Wilson Filho e os deputados estaduais Eduardo Carneiro e Branco Mendes.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe