A Polícia Militar prendeu, nessa segunda-feira (15), um homem suspeito de realizar diversos crimes patrimoniais na zona sul de João Pessoa. Com ele, os policiais do 5º Batalhão apreenderam uma réplica de arma de fogo, usado para intimidar as vítimas, e recuperaram um aparelho celular.

Em sua última ação, que aconteceu ainda pela manhã, o suspeito roubou um mercadinho no bairro de Mangabeira VIII, a vítima reagiu e, durante a fuga, o criminoso abandonou a motocicleta utilizada no assalto. “Posteriormente, pela tarde, esse mesmo suspeito foi à Delegacia Distrital da região, tentar prestar queixa de um roubo em que teria sido vítima e que sua moto havia sido levada por criminosos. Mas era mentira”, explicou o sargento Hernandes de Souza, do policiamento preventivo do 5º BPM.

Ao serem informados dessa possível vítima, os policiais foram até o Distrito, suspeitaram da situação e reconheceram o assaltante com a ajuda de imagens gravadas na hora do roubo no estabelecimento. O homem foi preso e, na casa dele, a PM apreendeu um simulacro e localizou um aparelho celular, que foi roubado de uma mulher no último mês de março. A vítima também reconheceu o suspeito, que foi conduzido para a Central de Flagrantes.

O modo de agir do bandido, realizando roubos com uma motocicleta com aquelas características, pode relacioná-lo com outros crimes que vinham acontecendo nos bairros dos Bancários, Castelo Branco, Mangabeira e Valentina. O suspeito está à disposição da Justiça.   

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PRF detém motorista que capota carro com 2kg de cocaína, na BR-230

Um motorista perdeu neste domingo (23) o controle do seu veículo, capotou e anda tentou fugi de uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar da Paraíba.…

Filho de policial militar é atingido por tiro na cidade de Mamanguape

Um tiro supostamente acidental atingiu na madrugada deste domingo (23), o filho de um policial militar, na cidade de Mamanguape, na Paraíba. O adolescente de 14 anos teria manuseado a…