A Paraíba o tempo todo  |

Policia prende acusado de abusar sexualmente de duas adolescentes em Santa Rita

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Um homem foi detido e encaminhado para a Delegacia da Mulher em João Pessoa no final da tarde de ontem (13), acusado de estupro de vulnerável. Duas adolescentes, de 13 e 14 anos, uma delas portadora de deficiência intelectual, alegam terem sido abusadas pelo acusado. Os abusos teriam acontecido há algum tempo, na cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa.

Segundo informações da delegada Eliane Medeiros, o homem era próximo da família e tinha um filho de 4 anos com a irmã das supostas vítimas. Ela afirmou ainda que o suspeito tinha acesso livre à residência por conta da confiança que a ex-sogra depositava nele. Doutora eliane disse ainda que ele frequentava a residência para ver o filho que era cuidado pela ex-sogra.

“Ele teve um relacionamento amoroso com uma das filhas da senhora mãe das duas adolescentes possíveis vítimas. Ele passou aproximadamente 3 anos de relacionamento com a filha dessa senhora. Dada a confiança que tinha a mãe das adolescentes, que criou inclusive o filho dele, atualmente com quatro anos de idade, tinha acesso à casa chegando inclusive, às vezes, a dormir na própria casa”, disse a delegada.

Eliane relatou que, de acordo com o depoimento das vítimas, os abusos teriam começado a acontecer no ano passado.

“Os fatos deram início o ano passado, vindo à tona este ano quando ele já, após fazer algumas ameaças, teria abusado sexualmente das duas adolescentes, inclusive uma que tem deficiência”, complementou.

A delegada explicou que a prisão do homem não foi em flagrante e o caso deve ser encaminhado para a delegacia de Santa Rita.

“Na verdade não se trata de flagrante. Nós fizemos todos os procedimentos necessários que serão fundamentadas no despacho para autoridade policial da área onde ocorreram esses fatos, que é a cidade vizinha de Santa Rita. Lá deve ser dada a conclusão do despacho para ser enviado à Justiça”, informou.

O irmão do acusado, que também estava na delegacia da mulher chegou a relatar que acredita na inoc/ẽncia do irmão e que as acusações de estupro podem ser represálias. Ele disse que o caso veio à tona após o acusado ter tomado de volta um cartão que tinha oferecido para comprar mantimentos para o filho.

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe