A Polícia Civil deflagrou uma operação, na manhã desta quinta-feira (28), e desativou um laboratório de drogas e uma casa onde funcionavam os chamados “jogos de azar”. Os trabalhos, que ocorreram em Campina Grande, foram realizados pela Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio da cidade (DCCPAT/CG).

Segundo o delegado Vitor Melo, da DCCPat/CG, os imóveis foram revistados com autorização judicial. No imóvel localizado no Centro de Campina Grande foi desmantelada uma casa de jogos de azar. No local, os policiais prenderam Antônio Marcos da Silva, que teve a prisão decretada pela Justiça. Com ele, foram apreendidas 12 máquinas de caça-níqueis.

No Bairro Jeremias, os policiais encontraram um laboratório clandestino de drogas. No local, foram presas Derlayne Pereira dos Santos , Paulo Ezequias Borges de Souza e James Carlos Marcolino. Os três são naturais de Santo André/SP. Com eles, foram apreendidos cerca de 3,5 quilos de pasta base de cocaína, 20 litros de substância química utilizada para industrialização de drogas, cerca de meio quilo de maconha, uma balança de precisão, uma prensa mecânica e demais artefatos utilizados no tráfico de drogas e na industrialização clandestina de entorpecentes.

Segundo o delegado, no local, ainda foi encontrado um homem identificado como João Henrique Nunes da Costa. “Ele é investigado em diversos crimes de roubos e furtos em Campina Grande”, destacou o delegado.

 

Secom

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vídeo: em tempos de Covid-19, comércio em Mangabeira em JP é alvo de arrastão

Neste período de pandemia devido ao coronavírus, uma preocupação vem sendo constante por parte dos comerciantes que deixam seus locais de trabalho abandonados devido ao isolamento social anunciado pelos entes…

Polícia apreende mais de três mil papelotes de entorpecentes, em Santa Rita

Em rodas na noite de ontem (29), a Polícia Militar apreendeu mais de três mil papelotes de entorpecentes, no bairro de Várzea Nova, em Santa Rita. O material foi encontrado…