A Paraíba o tempo todo  |

Paraibana morre ao proteger o filho durante tiroteio no Rio de Janeiro

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Na noite dessa quarta-feira (26), a paraibana Ana Cristina da Silva, de 25 anos, morreu na comunidade Rio Comprimido, no Rio de Janeiro, durante um tiroteio no momento em que ela estava indo para o trabalho.

De acordo com as informações, Ana Cristina morava no Rio há 6 anos e no momento do tiroteio tentou proteger com o próprio corpo, o filho de apenas 3 anos que estava com ela.

Ela foi atingida por tiros de fuzil na cabeça e na barriga.

PB Agora

 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      6
      Compartilhe