A Paraíba o tempo todo  |

Pai baleado por menino de 13 anos vai ser ouvido apenas quando se recuperar

O pai do menino de 13 anos que matou a tiros a mãe de 47 anos e o irmão mais novo de 7 anos, se recupera no Hospital de Trauma em Campina Grande, mas ainda não foi ouvido pela polícia sobre a tragédia.

Ele vai prestar depoimento apenas quando se recuperar, pois está muito abalado, conforme disse o delegado do caso, Renato Leite, Ainda conforme o delegado, ouvi-lo posteriormente é “questão de humanidade”.

O policial reformado está internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Trauma de Campina Grande. Conforme a assessoria de imprensa da unidade, ele está na ala vermelha, sem condições de ser ouvido. Além disso, continua com déficit motor e sem sentir os membros inferiores. Ainda não há como afirmar se as sequelas serão permanentes.

Segundo a polícia, o adolescente confessou que cometeu o ato infracional porque a família o proibiu de usar o celular para jogar e para conversar com os amigos e porque era pressionado por notas boas.

Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe