O Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil (GOE) apresentou à imprensa na manhã desta segunda-feira (9) um bando acusado em vários crimes na Grande João Pessoa, entre eles, assaltos e seqüestros. Foram presos: Alisson Lourenço Soares, William Nascimento Lira, o Curumim, Luciano Lindolfo da Silva, Douglas da Silva Souza, o pé de gato, Roberto da Silva Ferreira, o Mago Roberto, Thiago da Silva Braz do Nascimento, o Careca, Aurino Amaro Tomé, o Tock, Edson Virgínio da Silva, o Baiano, Joselito Neris, Vei pescador, Aluisio Maximiano da Silva, Ednaldo Firmino de Oliveira, o Caveira, Klauber de Sousa Silva, o Gordo Klauber, Reginaldo da Silva Filho, o Rei e Thiago Matias de Lima. Três deles, Reginaldo, Tiago Matias e Roberto da Silva foram baleados na troca de tiros com os policiais e continuam internados no hospital de Trauma.

A prisão dos envolvidos aconteceu na noite da sexta-feira (6), na Avenida Liberdade, em Bayeux, durante uma operação integrada envolvendo as polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal. O bando pretendia assaltar uma distribuidora de alimentos naquela mesma noite. De posse de informações sobre os envolvidos e características dos veículos que seriam utilizados por eles, os agentes do Goe montaram uma campana perto da empresa.

Parte do bando foi preso ainda na noite da sexta após troca de tiros com os policiais. O restante foi preso no sábado (8), entre eles, Douglas da Silva, que é funcionário da empresa e passava para os comparsas as informações sobre a movimentação financeira.

Segundo informou um dos delegados do Goe, Pedro Viana, a quadrilha é responsável por vários assaltos na Grande João Pessoa desde o mês de setembro. “Acreditamos que eles estejam envolvidos nas saidinhas de banco, seqüestros, entre outros crimes”, disse o delegado. O mentor intelectual da quadrilha, segundo Viana, é Aurino Amaro.

Com os acusados, foram apreendidos quatro revolveres e uma pistola, além de três veículos, um Gol cinza, placas MON – 9277, um Kadete, placa KFI-RN, um Monza azul, placas MMR 4809 e duas motos.

Todos foram encaminhados à Central de Polícia onde ficarão à disposição da Justiça.
 

 

PB AGORA

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Delegados federais divulgam carta em defesa da autonomia da PF

Delegados da Polícia Federal divulgaram, nesta sexta-feira (23/8), uma carta em que defendem medidas legislativas para garantir a autonomia da corporação, evitando interferências políticas. O texto é uma resposta ao…

Bandidos atiram contra homem no bairro Altos das Populares, em Santa Rita

Um homem foi abordado e baleado na noite de ontem (24), no município de Santa Rita, na Grande João Pessoa. De acordo com informações da Polícia Militar da Paraíba (PMPB)…